Vivemos para ver o dia em que o console da SONY é menos poderoso que o da Microsoft


A SONY anunciou ontem com toda a pompa em um evento o seu promissor Playstation NEO, agora chamado oficialmente de Playstation 4 Pro e a relação da revelação versus a expectativa geral em torno do que estava por vir do grande aparelho da Sony rendeu apenas um resultado: Decepção.

Basicamente o Playstation 4 Pro é o PS4 normal que temos hoje, com algumas melhorias e com a possibilidade de rodar jogos em 4K, o que coloca ele par a par com o Xbox One S, que já foi lançado há poucos meses, mas não é um upgrade para qualquer pessoa que não tenha uma TV 4K, ele não melhora framerate, ele não melhora o desempenho, ele não melhora basicamente nada dos jogos que você já tem e provavelmente nem dos que você vai ter.

Dizem as más línguas (funcionários da Microsoft) que o próprio Xbox One S já é melhor que o novo console que a Sony vai lançar em novembro, mas eu não posso confirmar, pois não testei nenhum dos dois. Pelo que eu posso ver, visualmente pelo menos o XB1S é lindão enquanto o PS4Pro parece uma escada.


É claro que além das piadas sobre as pessoas poderem se finalmente livrar do Playstation 4 Amador que elas têm hoje, ou sobre não entender porque o time não nomeou o aparelho de Playstation 4K que seria uma jogada de marketing muito mais eficiente, também começaram a surgir as dúvidas sobre porque diabos a SONY está lançando uma versão mais cara do console apenas porque ele roda em 4K e está chamando ele de um upgrade na atual geração.

Tecnicamente é um upgrade, o console não fazia uma coisa e agora faz, isso pode ser definido como um upgrade, mas quando a gente compara com a forma que a Microsoft anunciou o Xbox One S, dizendo “se você já tem um Xbox não compre esse a menos que você tenha uma tv 4K”, o marketing soa bastante mal-intencionado. Talvez tenha sido apenas um problema de a empresa não ter conseguido expressar claramente todas as maravilhas que o PS4Pro terá, mesmo que tenha tido um evento só seu para fazer isso.

Mas a comparação fica ainda pior quando falamos sobre o Xbox Scorpio, nome provisório do aparelho que já foi anunciado para o ano que vem.



Albert Penello, diretor sênior de planejamento de produtos do Xbox, deu uma entrevista ao Polygon sobre o anúncio da concorrência e anunciou que eles estão muito felizes com as escolhas que fizeram, após ver o anúncio da SONY ontem.

O delta da performance vai ser óbvio” disse Penello sobre o Xbox Scorpio que no papel é pelo menos 43% mais poderoso que o novo console da Sony e é exatamente por essa diferença de poder entre os consoles, que Penello afirmou que a Microsoft não está preocupada com a SONY ter lançado o seu upgrade de “meio-de-geração” um ano antes e ainda tocou em um ponto que os jogadores ficaram preocupados ao saber que o Xbox Scorpio é tão mais poderoso, então deve ser muito mais caro.
-
“Nós sabemos que é importante entregarmos uma experiência que demonstre a diferença de poder entre o Xbox Scorpio e o Playstation 4 Pro, mas em um preço que faça sentido para jogadores de console”.

A declaração de Penello pelo menos tranquiliza um pouco quem estava imaginando que o Xbox Scorpio seria um aparelho extraordinário, mas que custaria uma pequena fortuna tanto quanto um PC Gamer top de linha.

O que importa para os gamers agora é que a SONY cometeu um erro de estratégia ao lançar seu Playstation 4 Pro um ano antes da concorrência, mas sem oferecer algo que fizesse todos quererem comprar seu aparelho, após o anúncio de ontem as pessoas certamente vão continuar com seus Playstation 4 (amadores) por hora e esperar para ver o que a Microsoft vai lançar ano que vem com o Scorpio e a que preço, para então decidirem o próximo passo e o que vão comprar.

Mas é interessante ver que estamos em um mundo onde o console da Microsoft atual é tão (ou mais) poderoso quanto o próximo lançamento da SONY e que o próximo aparelho da empresa que um dia já foi de Bill Gates vai superar o da concorrência. Que mundo estranho, não?
Patreon de O Vértice