O Modo História de FIFA 17, ou o simulador de entrevistas de jogador de futebol!


“Demos tudo pelo time e graças a coesão da equipe, ao treinador e a deus nós conseguimos ganhar a partida e conquistar os três pontos no campeonato”

Quem é fã de futebol, ou mesmo quem não é aqui no Brasil, certamente já ouviu uma resposta padronizada como essa acima em uma entrevista com um jogador de futebol de qualquer clube, nacional ou internacional. E se você acha essas respostas irritantes e gostaria de tentar você mesmo irritar alguém com elas, FIFA 17 é o jogo para você.

Como todos já devem saber a essa altura do campeonato (tsc) FIFA 17 vai vir com um revolucionário "Modo História", chamado de A Jornada, que vai permitir com que você jogue com Alex Hunter, um jogador iniciante rumo ao estrelato e esse modo história é mais do que partidas com cutscenes entre elas, você tem opções de escolhas de ações e respostas no melhor estilo Mass Effect ou dos games da Bethesda e é claro isso vai invariavelmente envolver como você responde perguntas em entrevistas pós-partida.

De acordo com a demo existe uma barrinha de Inflamável e Tranquilo, que deve ser uma amostra da personalidade de Hunter que deve se formar enquanto respondemos as perguntas e decidimos como vamos agir em determinadas situações. 


Obviamente essas cenas fora da partida vão além das entrevistas, embora na curta demonstração que está online agora, seja a parte da entrevista que mais chama a atenção. Mas essa demo começa com Hunter e seu amigo Walker, um NPC aparentemente importante para trama, conversando antes de um jogo e antes do técnico decidir que Walker será titular e Hunter ficará no banco no jogo profissional de estreia de ambos.

As respostas que Hunter dá para o amigo, para o técnico e para os repórteres parece influenciar todos ao seu redor, pois em determinado momento parece que ganhamos “pontos” com o técnico por determinada resposta, o que significa que podemos perder também se dermos uma resposta ruim ou que o desagrade.

Além disso a partida em si, também é um pouco diferente de uma partida normal de FIFA, pois aqui você precisa completar missões especificas. Na única partida da demo Hunter, ou melhor nós, entramos em campo faltando 15 minutos para o jogo acabar e o jogo nesse caso está correndo em tempo real, segundo a segundo e não com o tempo acelerado padrão do game. Na partida nós precisamos marcar um gol (e vencer a partida que está empatada), fazer uma assistência e tirar uma nota acima de 7.0, num esquema semelhante de notas ao do Modo Carreira de Jogador tradicional.


De acordo com o trailer desse modo em FIFA 17, parece que acompanharemos a carreira de Hunter em um longo período dela, o que será algo interessantíssimo, pois seria decepcionante uma campanha de 2 horas onde precisamos jogar meia dúzia de jogos para ver como é que a vida do personagem vai seguir seu rumo.

Apesar de ainda não mostrar tanto quanto eu gostaria, o Modo História/A Jornada de FIFA 17 promete ser mesmo uma inovação e uma pedida para qualquer fã de futebol e mesmo para os não fãs como é o meu caso, que ainda assim continuo bastante empolgado com o modo. Mas se você é fã do esporte e queria um simulador de carreira realista, cheio de intrigas e relacionamentos no mundo milionário do futebol, com as entrevistas idiotas e tudo mais, FIFA 17 promete ser o jogo para você.
Patreon de O Vértice