Campanha de marketing de Mighty No. 9 é no mínimo esquizofrênica


O projeto Mighty No. 9 vem sendo um projeto complicado desde o seu nascedouro, o Kickstarter. Keiji Inafune, criador de Mega Man, botou seu nome para criar um novo game semelhante ao seu clássico e o dinheiro obviamente veio, mas nem tudo saiu como esperado.

Apesar dos atrasos constantes para fazer um jogo que não deveria ser tão complexo assim, o game finalmente ganhou uma data de lançamento, 21 de junho. E a propaganda obviamente começou a rolar solta e isso nos leva ao vídeo mais recente que você pode assistir no final do post.

A maioria dos vídeos de Mighty No. 9 tem uma vibe de comercial dos anos 90 que é até bem divertida no início, mas que começa a cansar quando você assiste diversos vídeos no mesmo estilo, contudo esse vídeo em especial tem a seguinte frase:
-
“Faça os vilões chorarem como fãs de animes choram na noite do baile.”

Qualquer pessoa que nasceu e cresceu absorvendo a cultura americana sabe a que baile essa frase se refere e qualquer pessoa que acompanha o mundo dos games sabem que são exatamente “fãs de animes” que estão mais interessados em jogar Mighty No. 9. Essa frase é como se a Globo ofendesse fãs de novela no intervalo da novela das 21:00 (22:00? 23:00? que horas passa hoje em dia?), é um marketing completamente esquizofrênico.

Mighty No. 9 é completamente baseado em Mega Man, um personagem de anime, é um jogo feito por Keiji Inafune... um criador de personagens de anime. Portanto embora nem todos que bancaram o jogo sejam fãs de anime, uma grande parte é, pois é exatamente sobre isso que o jogo se trata!!

Como algumas empresas podem errar tanto no marketing? Isso me lembrou o recente caso da Blizzard chamando Danilo Gentili para falar no evento de lançamento de Overwatch, um jogo que ressalta a diversidade. Caso você não saiba dessa polêmica vale a pena ler no site Minas Nerd ou no Critical Hits, embora eu aconselhe a você tomar cuidado antes de se aventurar pela sessão de comentários desse último.

Ah sim, veja o vídeo e cuidado para não chorar na noite dos seus bailes, porque por aqui não tem bailes e isso é triste...

Patreon de O Vértice