José Padilha e Wagner Moura falam da polêmica acerca de Narcos em painel; Pedro Pascal compara a série a Game of Thrones

Tema recorrente atualmente, entretanto presente em épocas passadas, a guerra às drogas será retratada na vindoura série original da Netflix, Narcos. O drama do diretor José Padilha (RoboCop) mostrará a vida do traficante Pablo Escobar e a construção de seu império de coca na Colômbia. Escobar é considerado por muitos o maior traficante da história. A Netflix liberou alguns pôsteres de divulgação; confira-os abaixo:

[gallery type="rectangular" ids="70898,70900,70901,70902"]

 

O ator Wagner Moura foi o escolhido para dar vida a Escobar, sendo o fato de ele e Padilha terem trabalhados juntos em Tropa de Elite e sua sequência um dos motivos da escolha. Figura conhecida em Game of Thrones, o chileno Pedro Pascal também faz parte do elenco. O ator afirmou existir uma semelhança entre Narcos e GoT quando questionado pela imprensa.

[su_quote]Eu acho que elas são bem semelhantes [...] Game of Thrones se inspiraria no que aconteceu na Colômbia e na guerra que foi travada. Não precisamos de dragões, nós temos a cocaína![/su_quote]

Durante o painel da série no Television Critics' Association, Padilha fez questão de colocar o dedo na ferida em relação a política de drogas. ''A política de drogas que temos não funciona há 30 anos [...] O dinheiro compra armas, chega a políticos corruptos, financia todo tipo de coisa. As pessoas que usam cocaína não fazem a menor ideia do que acontece na Colômbia. Há muita alienação, muito isolamento. Têm pouquíssima noção do que seu dinheiro está fazendo, comprando em outro país'', disse.

 

[su_quote]Esta não é uma série em que o mocinho americano vai para o país de terceiro mundo para salvar os pobres do vilão. Ninguém é bom nessa série. Obviamente Escobar é uma pessoa ruim, um sociopata, mas isso não significa que ele não tenha um lado suave, para sua família.[/su_quote]

Outro a destacar sua opinião a respeito do assunto foi o próprio Wagner Moura:

[su_quote]É uma política completamente errada [...] Não sei se é porque você está nos EUA que você tem essa pouca noção do que está acontecendo no México. Todos nós somos afetados pelo modo como os EUA lidam com isso. O modo como vocês lidam com isso aqui é totalmente diferente de como lidam lá [no México, na América Latina]. Não acho que a série tem uma responsabilidade, mas seria bem legal se as pessoas começassem a pensar a respeito.[/su_quote]

Narcos estreia no dia 28 de agosto, sexta-feira, no serviço streaming. A primeira temporada terá uma leva de dez episódios, em que acompanharemos dois lados: o império de Escobar, desde seus estabelecimentos na Colômbia até a chegada da droga em Miami, e a missão dos agentes da DEA de derrubá-lo na América do Sul.

 
Patreon de O Vértice