Crítica | Young & Hungry 2x10 - Young & Part Two


“What Julia would do?”



Sim! Depois de séculos de atraso para escrever sobre a Mid Season Finale de Young & Hungry, mais um feriado surgiu para que eu possa colocar os textos em dias. Então, considerando os atrasos, deixarei as introduções de lado e vou partir direto para a review.


Toda a premissa de continuar diretamente nas consequências do problema do episódio passado foi excelente. Little So-So começou bem, e achei importante que ela tenha buscado acertar as coisas com Gabi tão imediatamente. A briga entre Josh e Cooper foi engraçada, embora eu não esperasse que as coisas fossem se desenvolver daquela forma.


Elliot não perdeu a oportunidade de exercitar sua maldade, achando a melhor maneira possível para já anunciar que Gabi não será convidada para o casamento dele, e Yolanda também não ficou para trás com o seu “Money before honeys”.


Adorei como Gabi acabou por amarrar a última ponta solta da cartada da mensagem de Josh. Ela não está errada. Não só ele se acovardou em não deixar que a mensagem cumprisse seu papel, deixando que Gabi decidisse, ficou muito conveniente que ele simplesmente tivesse essa mensagem no computador, sendo ele um “gênio” da tecnologia e tudo o mais.


Não fiquei surpreso que Josh tenha acabado sendo responsável por Gabi conseguir a chance de fazer o teste, nem fiquei surpreso que ela tenha falhado. Acho que a maneira como toda essa trama terminou e o fato de que Cooper e Gabi realmente conseguiram “terminar” de vez as coisas de maneira mais apropriada foi legal. Ele era um personagem interessante, mas acho que, dados os rumos que a série tomou, ele deve não retornar.


Uma coisa – e digo isso tentando ser o mais gentil possível – é certa: Chef D’Arby não está certo quando espera que a carne tenha sido morta de maneira mais gentil do que o assassinato que Gabi cometeu com a língua francesa. Mas a ideia de se redimir como um todo, de realmente aprender com o erro e procurar ser melhor é uma das coisas mais legais que a série mostrou até agora.


O episódio em si foi muito Mid Season Finale, não como uma coisa ruim, mas de modo que tivemos a chance de ter uma última amostra de algumas das melhores características de cada personagem.


Bom, é isso. Como um todo, eu gostei de como acabou, de Gabi finalmente ter escolhido ela, e é claro, de toda a coisa com a mensagem (porque quem não adora justiça poética? Hahaha). Acho que ter separado Gabi de Sofia talvez tenha sido a parte mais difícil, mas é parte do processo de desenvolvimento das personagens, então resta esperar a volta da série para descobrir o que acontecerá. Portanto, até a próxima!

Patreon de O Vértice