Crítica | Brooklyn Nine-Nine 2x23 - Johnny and Dora [Season Finale]


“Oh my God! It’s so much worse than I imagine!”



Chegou a hora de discutirmos a Season Finale de Brooklyn Nine-Nine. Depois dos altos e baixos da que essa segunda temporada da já renovada comédia da FOX, tivemos um final cheio de emoções – razoavelmente – inesperadas. Wuntch “venceu”, Boyle se provou (novamente) o par perfeito para Rosa e, na maior surpresa do dia, Jake e Amy finalmente realizaram (parcialmente) o nosso shipp, tendo um momento “casal”.


“Johnny and Dora” nos ofereceu muita coisa, então vamos por partes. Quero começar repetindo algo que disse muito durante a temporada. Achei muito legal como criaram uma conexão entre a cena de abertura e o fim da temporada. Temos a despedida da maquina num início simplesmente cômico, e temos a despedida mais que dramática de Holt no final. É claro que qualquer reflexão que possa nos levar a fazer essa relação rapidamente é esquecida quando vemos a cara de Jake no momento “free candy!”, que – pelo menos na abertura – só foi superado por Scully e seu “Take me to the land of vending machines”.


Já partindo para o episódio em si, Holt me fez questionar qual é a diferença entre um Súcubo Invencível e um Súcubo Normal... quer dizer, tirando o fato de que dá para derrotar um e o outro não. Vou me lembrar de dar uma procurada nos meus textos sobre Vampirismo... Se tiver alguém que saiba a resposta, não esqueça de comentar!


Gina e Terry continuam a provar que os plots dos dois juntos, mesmo como sidekicks de Holt, eles funcionam muito bem. Ela não perde a oportunidade de reinar em suas aparições, e ele é o alívio cômico perfeito. Gina ter colocado o celular em modo avião decididamente mostra o quanto a situação era um DEFCON 1. Sem contar, é claro, com a reinada dela no “It could kill him” quando dizia como ia distrair o arquivista.


Seguindo para Jake e Amy, acho que todo mundo concorda que era muito pouco provável que aqueles dois conseguissem manter o “profissional” durante todo o episódio. Quando “Dora” começou a se jogar em “Johnny”, já estava óbvio que o nosso shipp ia se realizar. Até porque, mesmo que Jake tenha tentado resistir, era meio impossível com cada situação literalmente empurrando esses dois para ficarem juntos.


Boyle também teve seus momentos. Primeiro ele sai com aquela referência a Miame Vice – a série, não o filme – sobre Don Johnson. Não satisfeito com isso, ele representou cada um de nós, shippers, que esperamos duas temporadas para ver Jake e Amy pelo menos se beijando. E, como cereja desse bolo, ele ainda nos lembrou que ele é, decididamente – e apesar de tudo – o par perfeito para “RoRo”.


Quero terminar falando sobre o resultado do confronto final Holt-Wuntch. Genuinamente, eu fiquei com pena de Holt tenha “perdido” e que Wuntch tenha conseguido “vencer”. Tirando as “revistas” muuuuito longas – e estranhas! – que Wuntch insistiu em fazer, o que já era suficiente para fazermos aquela cara de Gina enquanto observamos, tivemos uma concentração das melhores quotes de inimigos até aqui. Primeiro tivemos:




“Now get me Madeline. And a Bucket of water. Is time to melt a witch.”



E não satisfeito com isso, Holt ainda nos presenteou com:




“ – Care to sit? I'm sure you would like to take some weight off your cloven hooves. (Holt)


  – Calling me the Devil? How original, Raymond. (Wuntch)


  – Actually, I was calling you a goat. You goat. (Holt)”



No geral, a despedida de Holt foi muito triste. Quando ele relembrou o Robot Capitain da temporada passada... “meep-morp-zeet”, foi impossível não se emocionar. Mais ainda quando Gina levantou para ir junto com ele (#tears).


E como a FOX não é boba, e para assegurar que nenhum de nós se quer pense em não voltar para a próxima temporada, eles nos deixam com um cliffhanger tão Brooklyn Nine-Nine quanto possível. Afinal, agora todos queremos saber o destino de Holt, o que acontecerá entre Jake e Amy e, acima de tudo, quem é o novo Capitão. Mas teremos que esperar um bocado para descobrir. Então, obrigado pela companhia, foi um prazer enorme comentar essa temporada de Brooklyn Nine-Nine com vocês, e espero reencontrar todos na próxima temporada. Até lá!

Patreon de O Vértice