Critica | Agents of S.H.I.E.L.D. 2x18/19 - The Frenemy of my Enemy/The Dirty Half of Dozen

Está na hora de chamar OS VINGADORES.


Pessoal, de todo esse tempo que eu fiquei responsável por escrever as reviews de Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D, nunca precisei atrasar ou deixar de escrever sobre algum episódio. Então, peço minhas sinceras desculpas pelo ocorrido. Por motivos de força maior, não pude entregar o texto sobre o episódio passado, então espero que entendam o resumo que farei nos próximos parágrafos. Até porque, graças aos Guardiões da Galáxia, tive a sorte dos dois episódios serem interligados. Então, não será tanto problema assim termos uma crítica dupla.


Eu nunca vi a S.H.I.E.L.D., ou melhor, eu nunca vi o Coulson em uma situação tão crítica quanto atualmente. Por causa disso, nunca concordei tanto com a expressão "situações extremas pedem por medidas desesperadas", afinal, para ele ter que apelar para a ajuda de Ward, a situação deve estar realmente extrema. E por incrível que pareça, até acreditei um pouco em Ward quando ele disse que foi programado para destruir e trair seus amigos e que, no fundo (bem no fundinho), ele se arrependia de ter feito tudo isso. Além disso, eu realmente acredito que ele está gostando da Agente 33 (e vice-versa).


Agora, um casal que não se ama de forma reciproca é Jiaying e Calvin. Enquanto ele quer apenas juntar toda a sua família e construir uma história feliz [?], a tutora dos Inumanos nunca conseguiu confiar nele e, na verdade, apenas o enxerga como uma ameça, tanto para Skye quanto para todos os moradores do refugio. E isso fez com que tivéssemos as cenas mais tristes do episódio 18. Algo que eu tenho que elogiar em Joss Whedon é a capacidade de fazer com que os vilões da série consigam ter uma carga emocional grande, de modo que acabamos nos importando e sentido pena deles, vide Spyke, Drussila e Faith, das séries Buffy e Angel. Dessa vez, senti pena do Calvin, pois enxergava o brilho em seus olhos ao ter o seu tão sonhado encontro com Skye. Era tudo o que ele sempre sonhou desde que ela era apenas um bebê... Pena que tudo não passava de um plano de Skye e Jiaying para levá-lo embora do refúgio.


E se quando apenas a S.H.I.E.L.D. e a H.Y.D.R.A. ou a S.H.I.E.L.D. contra a PRÓPRIA S.H.I.E.L.D. se enfrentavam já era algo tenso de se ver, o que dizer quando temos um embate entre as três mais os Inumanos? Tivemos um perseguição louca onde um não sabia onde ir, em quem confiar ou em quem atirar. O resultado, infelizmente, foi a captura do Lincoln e Coulson finalmente se rendendo e indo de encontro ao Diretor Gonzales. Mas, claro, ele não iria sem um bom plano... E por conta disso tivemos um dos melhores episódios da série.


Coulson novamente provou ser um diretor de respeito e honra ao pedir ajuda de Gonzales para destruir o laboratório de experiências da H.Y.D.R.A. e tentar resgatar Mike e Lincoln. Isso em troca de abrir a caixa misteriosa de Nicky Fury. Só achei uma covardia do Gonzales ceder apenas os recursos para isso, mas nenhum soldado. Porém, pensando bem, isso não seria necessário, pois finalmente tivemos a equipe em sua formação clássica, o que inclui até mesmo Ward. Graças a isso, tivemos o momento de "lavação de roupa suja" com todos os integrantes da equipe vs. Ward. É claro que ninguém conseguiu perdoar ou esquecer, mas talvez as pessoas com mais ódio no coração sejam Fitz e Simmons, afinal os dois foram os que tiveram mais mudanças negativas em suas vidas do que qualquer um.


Raina finalmente descobriu que possui o dom da premonição. Particularmente, gosto muito desse dom desde a época de Cordelia em Angel. Só não consegui entender o motivo de, novamente, Calvin traí-la. Não gostei de ele dizendo para Jiaying que ela não é confiável e que todo cuidado é pouco. A coitada está quieta no canto dela sem encher o saco de ninguém... Estou começando achar que se Raina virar uma verdadeira vilã irá ser pelos mesmos motivos de Ward, porque todos a traíram e tentaram destruí-la. Mas, falando sobre as visões da personagem, graças a elas, tivemos a cena que mais me fez arrepiar. Apenas esta frase já me fez quase chorar: "Homens feitos de metal irão rasgar nossas cidades". Ou seja, ULTRON está chegando para destruir tudo. Nunca vi uma menção tão sutil e, ao mesmo tempo, tão fenomenal aos filmes da Marvel na série. São nesses momentos que sinto pena das pessoas que apenas assistem aos filmes e não acompanham a série.


E toda cena do resgate de Mike e Lincoln foi incrível! Ver Skye finalmente controlando seus poderes e usando as luvas foi muito. Isso sem contar que a todo momento eu fiquei achando que Ward iria mudar de lado e tentar matar todos... Mas o que realmente me impressionou foi que aconteceu totalmente o contrário: na verdade, foi Simmons quem tentou matá-lo. Para ser mais especifico, ela tentou LITERALMENTE desintegrá-lo. Pena que, ao invés disso, quem acabou indo no lugar de Ward foi o Bakshi. Foi impressionante observar o olhar de ódio de Simmons ao perceber que seu plano deu errado. E novamente, não acreditei em Ward e achei que ele iria matá-la.


Por fim, ao contrário de Gonzales, Coulson não é um medroso ou covarde. Ele honrou o seu trato e abriu a caixa, e fez um dos comentários mais engraçados do episódio 19: "Mas tome cuidado, pois o Nicky Fury está voltando. Ops, cuidado com os spoilers.". Assim, já tivemos o sinal de que o alto escalão da S.H.I.E.L.D. está realmente voltando. Já tivemos o primeiro contato com a Maria Hill, mesmo que por um telão. E ela apareceu para falar de um assunto muito digno: tanto ela quanto Coulson estão à procura do Cetro de Loki que matou Coulson no primeiro filme dos Vingadores. Ela é uma arma perigosa. Caso não se lembrem, ela controla mentes... Se isso acabar sendo utilizada pela H.Y.D.R.A., será algo catastrófico. Mas acho que isso não irá acontecer, pois, como a Agente Hill mesmo disse, está na hora de ativar o protocolo THETA. Ou seja, está na hora de chamar...OS VINGADORES!

Patreon de O Vértice