Crítica | Scorpion 1x19 – Young Hearts Spark Fire

Um episódio para esquentar os ânimos!


Vamos dizer que, neste episódio, Toby mostrou muito do seu lado de analisador comportamental. E foi bom vê-lo em ação, sendo até como conselheiro, tantas vezes. Seu trabalho durante o episódio era conseguir um encontro com Happy depois do beijo que houve entre os dois e, quem sabe, engatar um romance. Além disso, também tentava convencer Walter, com toda sua matemática, que ele está, sim, apaixonado pela Paige.


Em um jogo de apostas, Toby tentava ganhar um jantar com Happy e durante todo o episódio vimos ele tentando dizer para ela o quanto está apaixonado. Muitas vezes com atitudes suicidas, como naquela cena do helicóptero. O que deixaria quase todas as mulheres suspirando, fez Happy bufar de raiva. Em parte, porque ela é durona mesmo, sabe cuidar de si e não permite que os outros vejam-na como uma garotinha indefesa. Por outro lado, vi essa raiva dela como algo positivo: ela gostou do instinto protetor dele, mas também temeu por sua segurança. E como não é de sentimentalismo, não podia demonstrar isso!


A outra prioridade do Toby era com o Walter. Ele viu nas atitudes do amigo que ele não conseguia mais esconder sua paixão pela garota normal. Colocar canela no café só porque ela gosta, dar suas últimas gotas d'água apenas para não deixá-la com sede, sem falar dos cuidados que já vimos que ele tem com o Ralph... Embora lute contra todas essas informações, Walter não consegue disfarçar muito. O problema é que Paige não percebe, ou não quer perceber. Para piorar as coisas, Drew está próximo de voltar de sua viagem. Ele vai precisar tomar uma atitude para não perder a garota. Coisa que estamos bem acostumados a ver nossos heróis fazer.


O caso da semana foi diferente dos demais. Não houve aqueles inimigos do governo para enfrentar. Tivemos um grupo de aventureiros que se perdeu na mata após um descuido romântico de um dos guias. O Team Scorpion foi acionado para encontrá-los e trazê-los em segurança. Para isso, era preciso ir ao local via helicóptero. E quem surtou? O Sly, claro!


Não quero parecer ofensiva nem nada parecido, mas não acham que estão exagerando pra cima da nossa Calculadora Humana? É sempre ele quem tem as fobias e aversões às coisas... Sempre são os medos dele que afetam as decisões do grupo. Nesse rumo, vão fazer do nosso Sly um garotinho chorão.


Para deixar o pobre Sylvester ainda menos contente, o helicóptero tinha que perder o controle e bater entre as árvores, fazendo com que os meninos ficassem a beira de uma queda feia. Aqui foi o momento em que vimos os dois galantes fazerem escolhas precipitadas por causa das suas paixões: Toby se agarrou a Happy para protegê-la do impacto e Walter foi contra os cálculos perfeitos de Sylvester para dar sua vez a Paige na hora de descer.


Por falar em Sylvester, pudemos conhecer um pouco da relação dele com a família. Mais precisamente com o pai. Quando o piloto se feriu na batida da aeronave, ele se viu sozinho com aquele militar que usava gritos como forma de motivação. Como o garoto cresceu desse jeito, teve que mostrar que com ele não funcionava com isso. Entre gritos e aperreios, e em meio a um incêndio, vimos nosso gordinho brilhar no episódio salvando a vida daquele homem grosso que lembrava seu pai.


Com todos salvos (menos a vegetação incendiada), voltamos ao Toby ainda querendo conseguir seu encontro. E no fim, ele conseguiu mesmo. Vamos ver como ele vai se comportar e se essa relação com a Happy funcionará em meio a tantos casos. Já Walter se manteve firme na negação, tendo até uma cena meio pai e filho com o Cabe. É bonito ver esses dois assim, um aconselhando o outro. E é em momentos como esse que mais me preocupo com o tal segredo que ele ainda esconde do gênio.


Ansiosos pelo encontro do Toby e com a Happy?

Patreon de O Vértice