Crítica | Modern Family 6x18 – Spring Break

Triste quando você passa em praticamente quase todas as universidades, mas não em Harvard, hein, Alex?


Em Spring Break, tivemos situações bem bizarras com os personagens da nossa família: Claire resolveu fazer uma faxina geral na casa, encontrando algumas antigas paixões do Phil (e pesadelos dela!); Luke se saiu melhor em quase todas as coisas que o pai tinha orgulho em fazer bem; Haley levou a Alex numa festa e deu conselhos à irmã...


Entre as coisas que Claire encontrou em sua faxina repentina, estava um banjo. Imaginem o Phil tocando banjo... ao que parece, ele tocava tão bem (só que não) que, sempre que acontecia, Claire tinha que intervir chamando-o para um momento romântico –  coloquemos nesses termos. E a melhor parte disso foi quando ele descobriu que ela não gostava de quando ele tocava e questionou se Luke havia nascido de um desses momentos.


Falando em Luke, como esse moleque cresceu, né, gente? E vimos isso a cada temporada. Apesar de ainda ser o mais bobão de toda a família, seu personagem vem se destacando em alguns quesitos. Nesse episódio, fomos vendo o garoto bater o pai em várias atividades, incluindo o tocar de banjo (que, pelo pouco que Claire nos deixou ouvir de Phil, até a Lily tocaria melhor). Isso incomodou demais o pai, que passou a se achar velho demais para as coisas. Eu diria até que me lembrou Jay.


A diferença é que Phil é ingênuo, inocente demais, e não rabugento. Seu ciúme das coisas que o filho conseguia fazer melhor acabava fazendo-o parecer uma criança brigando por ter que dividir o doce com o irmão. Embora tenhamos visto muito disso no episódio, ele logo entendeu que era normal isso, Luke estava crescendo e se tornando o outro homem da casa, tinha que aceitar isso. E vimos uma fofíssima cena dos dois nesse sentido.


A outra coisa bizarra foi ver a Alex chateada a ponto de aceitar ir em uma festa guiada pela irmã mais velha. Por estar decepcionada por não ter conseguido ingressar em Harvard, Alex teve que ouvir conselhos surpreendentes vindo da Haley. Incrível o quanto a menina pressiona a si mesma para ser a melhor no que faz, isso não é saudável! E foi demais vê-la se soltando e dançando loucamente depois de um drink. Ela precisa mesmo relaxar. Podíamos ver mais cenas de uma Alex toda desleixada, sem se importar demais com as coisas.


Cam talvez seja aquele personagem que eu menos aprecie (porque até da Lily eu venho gostando mais) e acho que ele precisa crescer na série exatamente por isso. Modern Family é uma série em que todos os personagens tem o poder de despertar carinho em quem assiste. Mas, se elabora-se um roteiro de apenas uma função para um personagem, ele acaba se tornando chato. É assim com Cam e o teatro. Precisam inovar, trazer algo diferente para ele.


E por último, vou apenas comentar que o Mitch é um pai lindo. Ao pensar que a Lily não estaria gostando do acampamento (parte por seu próprio trauma), saiu de casa a fim de resgatá-la, mesmo correndo o risco de envergonhá-la. Belo exemplo de pai!

Patreon de O Vértice