Crítica | The Last Man On Earth 1x07/08 – Drives Me Crazy/Mooovin’ In

Episódio duplo, só meia decepção.


Mais uma vez, The Last Man On Earth veio em dobro, e desta vez, só metade do pacote veio estragada. Quer dizer, se você juntar, dá para aproveitar boas cenas nos dois episódios, mas a grande maioria ainda vai mal.


Mas antes de fazer algumas observações específicas sobre “Drives Me Crazy” e “Mooovin’ In”, tem algo que eu gostaria de dizer sobre a série de maneira geral. Phil é decididamente um péssimo ser humano. Sinto muito, mas as cenas de redenção dele já nem compensam pelas más ações e atitudes nem têm mais real significado. Depois de um gesto tão legal quanto aquele que Todd fez, deixar Phil levar o crédito por encontrar a vaca e tudo mais, ele podia melhorar um pouco, mas não vejo isso acontecendo. Mas vamos lá...


Primeiro, Phil está surtado demais! Que legal, se declarou para Melissa, ela não sente o mesmo por você, siga em frente! Agora, o que está aborrecendo é que as tramas dele incluam reclamar num bar repetidamente, quebrar a escultura, adotar a vaca para fazer hambúrguer e ainda por cima soltar a vaca para tentar fazer Todd parecer incompetente em dar nós, e isso sem contar com dirigir até o meio do nada e tentar abandonar uma das quatro malditas últimas pessoas na terra! Não me importa se você tem problemas ou qualquer outra coisa, mas isso já passou dos limites! Tem uma linha em que deixa de ser engraçado e passa a ser vergonhoso! (#Desabafo #PersonagemRuim #DigoMesmo).


Agora que já falei tudo de ruim que tinha para dizer, vamos às outras tramas.


Fiquei satisfeito com Melissa e Todd. Gostei dos dois juntos, é muito mais natural do que é entre Phil e Carol e muito mais natural do que as fantasias de Phil com Melissa. Certo, a coisa da música não foi legal, e eu digo isso porque já tive vizinhos assim. Mas não atrapalhou em nada. Gostei também de como Todd, mesmo com Phil sendo um idiota todo o tempo, continua a ser uma pessoa legal. Na verdade, tenho me perguntado como você faz um protagonista para se detestar e outro personagem bem mais legal.


Carol teve seus momentos. Confesso que ainda não é aquela coisa de dizer “nossa, que personagem importante para trama” ou até mesmo “nossa, que personagem interessante”, mas ela está se esforçando, e usar uma vaca para conseguir morar junto com Phil foi decididamente impagável.


A verdade é que a série não está agradando. A série tem seus momentos, mas diferente do que o piloto construiu, as coisas decaíram muito até agora. Uma trama ou outra não salvam série nenhuma. Eu realmente gostei da ideia de fazer uma comédia pós-apocalíptica. Não é algo que você vê todo dia, mas ao invés de explorar essa premissa e explicar mais sobre a razão para a quase extinção humanidade, recebemos vinte minutos de Phil dando chiliques. Espero que o episódio que vem saia dessa e nos apresente algo melhor.

Patreon de O Vértice