Crítica | Jane the Virgin 1x19 – Chapter Nineteen

 As fases do fim do relacionamento.


A longa lista de plots abandonados aparentemente voltou à tona! Não é muito difícil de se assistir um dos últimos episódios e se perguntar como Rafael pôde não se importar com a partida da irmã ou, ao menos, por que ele não tentou procurá-la. Dava também para se questionar se a mãe de Petra nunca mais iria aparecer... Mas, se essas perguntas já estavam te incomodando, este episódio trouxe certo alívio, com promessa de muitas respostas pela frente.


Após um grande impacto deixado pelo Chapter Eighteen, recebemos muitas coisas boas no meio do drama enrolado e cansativo de Jane e Rafael. A pobre Jane sofre muito, e isso não é novidade, mas falta a imposição da mesma para resolver os seus problemas. Tudo bem que Rafael precisa de espaço, de um tempo sozinho, mas, se ele a ama tanto quando sempre pareceu, ele encontraria uma forma de conciliar isso.


A participação de Nia Vardalos como a terapista foi bem mal aproveitada. Ela é uma excelente atriz/comediante e tinha um enorme potencial para fortalecer a parte ultimamente enfraquecida de comédia da série, na qual Rogelio carrega de mãos dadas com o narrador, mas ela não teve nenhuma interação ou fala relevante.


O chá de bebê foi repleto de momentos adoráveis. Rogelio cantando foi engraçado e fofo ao mesmo tempo e o inesperado tapa vindo da professora de Jane (a.k.a. ex-peguete do Rogelio) foi divertidíssimo, dando uma balanceada em toda a avalanche dramática do resto do episódio. Aliás, seria interessante ver a série explorando a amizade entre a Jane e sua melhor amiga.


O longo tempo de atuação de Petra durante seu casamento com Rafael haveria de lhe proporcionar algo: conseguir escapar das garras de Roman – com um bônus surpresa de matá-lo de uma forma bem parecida com a que ele matou seu irmão gêmeo. Essa parte ainda irá causar muitos tormentos na vida dela, e espero que venha mais ação por parte da personagem.


Agora que desenterraram o plot da Sin Rostro, parece que tudo está voltando ao clima do começo da série. A provável volta da Rose pode causar esse efeito, e isso pode ser determinante para a Season Finale, assim como essa volta repentina da mãe de Petra e da provável volta de Luisa. Contudo, espero que não abandonem algumas coisas que são destaque no momento, como a Alba ganhando um pouco mais de espaço e o relacionamento de Xo e Rogelio (sim, eu espero que ele dê uma chance a Xo). Outro assunto que eu acho que deveria ser explorado melhor é sobre a importância que Jane dá a sua virgindade, porque ela vem mudando sua opinião constantemente.


Obs: Para quem tem curiosidade de ver mais trabalhos da Nia, indico que assistam sua participação em Cougar Town. Um dos meus episódios favoritos da série!

Patreon de O Vértice