Crítica | Dancing with the Stars 20x04 – Week 4: Most Memorable Year Night

O ano marcante de nossas estrelas e uma paixão tão inesquecível quanto: a dança


Na quarta semana da atual edição do programa, acompanhamos uma temática emocionante que, como diz Carrie Ann, faz desse reality show um hit: o ano mais memorável. Nesta noite, as estrelas escolhiam um ano marcante em suas vidas para inspiração da coreografia.



Nastia e Derek - Tango argentino


Nastia, a ex-ginasta olímpica, escolheu como ano marcante àquele em que representou os Estados Unidos em Beijing. O resultado foi maravilhoso e rendeu uma excelente abertura para a noite. Derek realmente sabe coreografar um tango, e a escolha da música clássica para o estilo fez toda diferença. A coreografia teve passos complexos, como qualquer tango argentino, que exigem uma técnica avançada e uma musicalidade boa, já que a música tinha um ritmo bem marcado. A competição pegou fogo de verdade! Dupla muito sexy.


Carrie Ann: 9
Len: 8
Julianne: 9
Bruno: 10
Minha nota: 10 (não poderia ser diferente depois do calorão que me deu assistindo essa dança)

Michael e Peta - Rumba


Michael escolheu o ano em que assumiu ser homossexual, o que trouxe problemas no relacionamento com seu pai. Achei que pelo momento que Michael escolheu de sua vida, a dança devia ser mais focada nele. Não cheguei a me emocionar com a dança, mas apenas com a história contada. A estrela precisava sentir e expressar mais a dança e seus sentimentos, e melhorar seu ritmo. Amor e ódio pela Peta.


Carrie Ann: 7
Len: 7
Julianne: 8
Bruno: 8
Minha nota: 7

Riker e Allison - Tango


Riker escolheu 2014 como seu ano memorável, por ser significativo para sua banda. Os passos rápidos e esse fundo chegaram a me deixar tonta, mas gostei do resultado da dança. Admiro muito o esforço do Riker, porque os passos do tango são complicados na execução, e nessa velocidade é mais difícil ainda. Para a coreografia rápida, acredito que ele foi excelente.

Carrie Ann: 8
Len: 8
Julianne: 9
Bruno: 9
Minha nota: 9

Robert e Kym - Waltz


Robert dedicou sua dança a sua mãe que sofreu de câncer. Dança muito leve e gostosa de assistir, e o casal dançou muito bem

Carrie Ann: 8
Len: 9
Julianne: 8
Bruno: 9
Minha nota: 8

Chris e Witney - Rumba


Chris contou sobre como ele acabou com seu noivado e conheceu o amor da sua vida em The Bachelor. Claro que a dança seria linda e emocionante; com o tema romântico, o ritmo, e Witney em seus braços, Chris jamais se sairia mal. É muito mais fácil a dançar ficar boa quando o homem é a estrela do que o contrário. Acho que os jurados estão pegando pesado com esse casal.

Carrie Ann: 7
Len: 6
Julianne: 7
Bruno: 7
Minha nota: 8

Patti e Artem - Jazz


Patti escolheu o ano do nascimento do seu filho como o mais memorável de sua vida. A dança foi muito divertida, mas eu me distraio muito quando tem vários dançarinos atrás (principalmente Jenna, que ainda detesto por causa de So You Think You Can Dance). Patti é realmente uma estrela! Consegue brilhar em qualquer coreografia com seu entusiasmo e vontade de dançar. Acho muito engraçado de ver a reação da Patti às notas, que são sempre alegres não importa qual seja.


Carrie Ann: 8
Len: 7
Julianne: 7
Bruno: 8
Minha nota: 8 (pela evolução de Patti e por transmitir exatamente o que a dança pretendia)

Rumer e Val - Waltz


Rumer dedicou a dança dessa semana para sua irmã. Esses dois foram feitos para dançar! Finalmente vi o nível dos dois aumentar, e a forma como Rumer expõe seus sentimentos na dança é lindo. Dança poderosíssima.

Carrie Ann: 9
Len: 8
Julianne: 9
Bruno: 9
Minha nota: 9

Suzanne e Tonny - Foxtrot


Suzanne nos contou sobre como o seu papel em Three's Company mudou sua vida, e fez desse ano o mais marcante de sua vida. Com uma dança marcada por passos fáceis e um ritmo leve, acredito que tenha sido a melhor dança do casal. Suzanne dança solta, mas tão solta que esquece de executar os passos da maneira que devia. Aquela levantada de perna tirou grande parte do charme da dança.


Carrie Ann: 7
Len: 7
Julianne: 7
Bruno: 7
Minha nota: 7 com gostinho de 8

Willow e Mark - Contemporâneo


Willow falou sobre o ano que mudou sua vida, quando foi aceita no papel de Jogos Vorazes. Quando vi que a dança deles ia ser contemporânea, já me animei. Pra mim esse estilo sempre rende as mais memoráveis danças do programa, e esse casal não ficou de fora. Dança com passos simples, mas a atuação de Willow foi emocionante. Acho que poderiam ter explorado um pouco mais da técnica da estrela, mas foi ótima de qualquer forma.


Carrie Ann: 10
Len: 9
Julianne: 10
Bruno: 10
Minha nota: 10

Noah e Sharna - Contemporâneo


Claro que deixariam a história de Noah para o final. Saber sofre o acidente e Noah e como ele perdeu parte de seus membros foi triste, mas não quero me prolongar nesse quesito. A dança desses dois veio para deixar claro o sentido da dança como um todo; dançar, como bem disse Carrie Ann nessa semana, não é fazer alguns movimentos. Dançar é sentir, é expressar seus sentimentos de uma forma única. É deixar seu corpo falar por você. Sentir-se livre e sentir que você pode fazer tudo, nem que seja por 3 minutos de uma coreografia.


Dancing with the Stars consegue esse ano comemorar 10 anos pelo modo como expõe a dança àqueles que não são familiarizados com ela. Posso dizer que a dança mudou a minha vida, e fico feliz que um reality show consiga mostrar a beleza e importância dessa arte.


Carrie Ann: 8
Len: 8
Julianne: 8
Bruno: 8
Minha nota: 9, pela emoção que essa dança passou.

A eliminação dessa semana ficou com Michael e Peta, o que achei um tanto quanto injusto. Mas antes eles que Riker e Allison, meus queridinhos da edição.

 

 

PONTUAÇÃO DA SEMANA


Willow e Mark - 39
Nastia e Derek - 36
Rumer e Val - 35
Riker e Allison - 34
Robert e Kym - 34
Noah e Sharna - 32
Michael e Peta - 30 ELIMINADOS
Patti e Artem - 30
Suzanne e Tony - 28
Chris e Witney - 27

Até a próxima semana!
Patreon de O Vértice