Crítica | Battle Creek 1x07 – Mama's Boy


“People are idiots”



Outro episódio de Battle Creek chegou, e mantendo o padrão dos últimos episódios, a série resolve dedicar um episódio inteiro para nos explicar o que levou Russ a ser quem ele é, e o resultado – “Mama’s Boy” – é excelente.


E quando você pensa que a série já nos trouxe todas as surpresas possíveis no que diz respeito ao cast, Candice Bergen se junta à trama esta semana como ninguém menos que a mãe de Russ, uma golpista e trapaceira.


Gostei muito de como o episódio deixou de lado os problemas de convivência de Milt e Russ e, com largas doses de humor, passou a mostrar que, de certo modo, Milt já se preocupa mais com Russ, e até há uma certa reciprocidade.


Claro que uma personagem de Candice Bergen não poderia não ter uma personalidade forte, mas ela se superou. Primeiro, de um modo ou de outro, ela influenciou todas as tramas do episódio, desde o assassinato até mesmo o futuro de Holly e Russ.


E mesmo que Russ se recuse a admitir, eles são muito parecidos. Mesmo que ela seja uma vigarista, ela também quis saber o motivo que levou Milt a Battle Creek. E embora Milt continue a ser um mistério, o fim do episódio mais uma vez nos deu outro pequeno detalhe sobre ele, já que parece que ele também tem problemas maternos.


O episódio como um todo foi temperado pelo humor negro, e quando você pensa que já viu de tudo, você descobre que ela só guardou os troféus do filho porque tinha escondido o dinheiro neles.


Foi genial que Russ tenha terminado enganando a própria mãe. É uma pena que Constance ainda tem mais cinco anos de prisão pela frente, porque ela e Russ fariam vários outros plots hilários.


Mas, para terminar, agora que a série chegou a “metade” da temporada, temos que considerar que a melhora chegou tarde demais, e que existem largas chances da série não ser renovada. É um triste fato, mas a audiência e o dia em que a série vai ao ar – domingos – não ajuda muito, sem contar que a CBS não é bem o lugar para se fazer testes de trama como foram os primeiros episódios. Por hora, é o que temos. Fiquem ligados nos próximos episódios e nas próximas reviews, e até a próxima!

Patreon de O Vértice