Crítica | Bates Motel 3x07 – The Last Supper


“Á minha irmã, Norma Louise, que sempre foi como um sol em um universo frio. Por permitir que todos nós ficássemos juntos. Deus te abençoe, Norma.” – Caleb Bates.



Acho que poderíamos esquecer o episódio e focar apenas na família reunida, não é? Pena que o Natal está muito longe, pois esse seria o episódio perfeito com todo mundo reunido e feliz – exceto Norman.


Não sei se vocês repararam, mas se Norman desse adeus à série, todo mundo seria feliz, brilhante e com muito futuro, sem essa nuvem negra que paira sobre suas cabeças, e teríamos apenas risonhas confusões por parte de Norma Bates. Mas, aparentemente, não existe felicidade que dure nesse mundo.


O episódio foi sobre famílias, e nada mais justo que Romero também ter seu lugar ao sol. Mas acho que descobrirmos sobre o pai dele e o suicídio que a mãe cometeu pouco adiciona ao que sabemos sobre Bob Paris e o Clube Arcanum. Creio que essa parte foi apenas para preencher o tempo do episódio e levar Alex, mesmo que indiretamente, à casa dos Bates.


Dylan, Caleb e Emma saíram lá do núcleo dos figurantes para o lugar mais aconchegante no meu coração – quem diria que os excluídos poderiam ser os mais humanos em meio a tanto caos? Quando os olhinhos deles brilham por causa das lágrimas, é bem difícil me segurar, porque eu tenho muita empatia por eles, e são justamente eles que não conseguem que a vida seja minimamente justa com eles.


James – sim, o psicólogo tem nome – pecou pelo excesso de atenção para com Norma, pessoa visivelmente problemática e com um filho com o dobro de problemas. Norman consegue fazer tudo mais complicado e, após ser perguntado sobre algo que sabemos ser verdade – se ele tinha desejos por Norma –, o psycho partiu para a violência. Acho que é o fim da linha para James e Norma, embora todo mundo queira a loira com Romero mesmo.


Sem mais delongas, tivemos o maravilhoso jantar da família Bates, com todo mundo feliz, rindo, cantando, sarando velhas feridas... Enfim, sirvam-se!

Patreon de O Vértice