Crítica | The Americans 3x12 – I Am Abassin Zadran


Não é tudo uma mentira, Paige.” – Phillip



Muitos expectadores talvez estejam pensando que Paige ficou chata depois que descobriu a verdadeira identidade de seus pais. Outros enxergam na postura dessa personagem a competência dos roteiristas em retratá-la exatamente como ela deve ser: uma adolescente incapaz ainda de esconder suas aflições tal qual uma adulta como Martha pode fazer (embora tenhamos visto o quanto Martha está sofrendo com isso).


A garota se sente desconfortável junto a seus pais e parece transferir, agora com mais intensidade, seu afeto para o casal Tim e Alice. Decidido a trabalhar por sua família, conforme anunciou a Gabriel antes, Phillip juntou algumas antigas fotos de Paige e seu irmão e foi mostrá-las à filha, na esperança de fazê-la entender que os Jennings são a única verdade no meio de tantas mentiras que Paige não consegue aceitar. Estaria ela errada?


Stan está buscando a verdade sobre o bug na caneta de Gaad e, graças ao seu talento de investigador, parece suspeitar cada vez mais de Martha. A visita surpresa à casa da colega de FBI foi mais do que uma tentativa de conquistar a confiança dela. Enquanto isso, Alderholt mostra suas desconfianças para com Beeman, suspeitando que este possa ter instalado o bug devido à sua associação com Nina.


É natural que Alderholt pense nessa linha de investigação, já que Nina era uma espiã dupla, a serviço da Rezidentura e amante de Beeman. Esse revelou ao colega que sabe que a mulher que atacou Gaad é a mesma que o próprio Stan quase capturou e que trabalha como infiltrada russa, tendo uma conexão dentro daquele escritório. Ouviram o bip característico do carteiro-robô ao final da conversa entre Beeman e Alderholt? Se o bug nesse equipamento gravou a conversa entre os dois agentes, eis uma informação de ouro para a Rezidentura.


Na embaixada russa, Arkady decidiu encerrar a operação Zaphyr (escuta no carteiro-robô), mas Tatiana e Oleg estão tentando dissuadi-lo, na esperança de conseguirem uma informação importante captada pelo bug. Tatiana e Oleg estão buscando desde o início dessa temporada um feito de impacto que resulte em propaganda positiva deles junto à Central. Essa pode ser a chance, desde que Arkady não cancele a operação.


Sem precisar fazer nenhuma propaganda de sua competência, o casal Jennings, disfarçados como arapongas americanos, interceptou Abassin Zadran, guerrilheiro afegão que batiza esse episódio. Zadran e mais dois muhajidin foram recebidos por agentes da CIA em território americano para negociar fornecimento de armas. Embriagado por um coquetel de frieza, ódio e fanatismo, o afegão enfatizou que “corta gargantas de comunistas e estripa infiéis como bodes”. Vimos que mais tarde  Zadran demostrou esses talentos peculiares com os outros muhajidin naquele hotel. Phillip deve ter tido muita frieza para ouvir aquilo de um potencial assassino de seu filho e outros soldados russos em território afegão. Toda essa cena nos faz pensar que, afinal, quanto Elizabeth e Phillip são diferentes de Abassin Zadran? Ou de Ncgobo, que queimou vivo aquele africânder? Todos pensam estar do lado certo do conflito e não relutam em matar para defender seu lado nessa guerra.


Gabriel e Claudia também assumiram suas posições em outro conflito e não são a favor da unidade familiar dos Jennings. Gabriel mostra-se preocupado com a possível deterioração da relação - profissional - entre Liz e Phill e, por consequência, do desempenho da dupla em suas missões. Para Gabriel e Cláudia, os Jennings, acima de tudo, são espiões a serviço da Mãe Rússia, e essa é a única verdade no meio de tantas mentiras que envolvem aquela pequena família.


Por fim, a afirmação de Phillip para sua filha no início do episódio também se encaixa na conversa que ele teve com Martha, de malas prontas para fugir das suspeitas no FBI. Ele jurou que a amava e que iria resolver aquela confusão. Ao final, se despiu de uma forma inesperada para a esposa, mostrando que realmente aquele Clark com quem ela se casou não existe. Não é tudo uma mentira, Martha.


Está preparado(a) para a season finale? Comente aqui e até a próxima semana!



P.S.1: Cadê a Kimmy?


P.S.2: Cadê a Zinaida?

Patreon de O Vértice