Crítica | The Americans 3x10 – Stingers


“Uma criança como a Paige precisa ser tratada mais como uma adulta.” Pastor Tim



Sim, pastor Tim, todos nós que acompanhamos The Americans já percebemos que Paige não é mais criança; ao contrário, é uma jovem inteligente e intuitiva, no caminho de descobertas sobre sua religiosidade, o mundo em que vive e as pessoas que a cercam. É claro que, nesse percurso, algumas novidades serão chocantes, mas nada comparado ao que ela encontrou no episódio dessa semana.


Além de dissecar esse novo “batismo” de Paige, o roteiro buscou introduzir eventos que certamente serão decisivos na reta final desta temporada. Começamos com Stan e outros agentes do FBI escoltando Zinaida no cinema. Está ficando divertida a forma como a série brinca com a paranoia tanto do Stan quanto nossa em relação à desertora russa: ela foi ao banheiro e colou um chiclete sob a pia. Pura falta de educação, apenas? Fato é que os roteiristas habilmente nos fizeram prestar mais atenção aos atos dela e do pastor Tim. Seria decepcionante se eles não fossem nada além do que aparentam? Aliás, eles estavam assistindo a uma sessão do filme “Tootsie”, em que o personagem de Dustin Hoffman se disfarçava para enganar a todos. Seria uma alegoria com a situação de Zinaida?


Graças ao seu disfarce de “único que se importa”, Phillip conseguiu extrair importantes informações do bug na pasta do pai de Kimmy. O russo resgatou a garota, bêbada, de uma festinha e a levou para casa. Embora a Central trata essa como mais uma operação, é tocante a relação que se estabeleceu entre os dois: Phill realmente se importa com a garota e, aparentemente, ela está certa em dizer que ele é o único que o faz. Pobre Kimberly.


A gravação feita pelo bug na pasta do pai de Kimmy revelou que os agentes da CIA pretendem se encontrar com os muhajidin afegãos. Embora a série não se prenda a didatismos, seu roteiro é bastante claro em retratar o evento histórico que lhe serve de pano de fundo: o envolvimento secreto de agentes norte-americanos na guerra do Afeganistão. É sabido que potências ocidentais, principalmente os EUA, treinaram secretamente muhajidin (combatentes religiosos) para enfrentarem o exército soviético durante a ocupação do território afegão, entre 1979 e 1989. <fonte: http://maishistoria.com.br/historia-do-afeganistao-taliba-guerra/>


Com isso em mente, dá para entender a preocupação do casal de espiões e o curso seguinte de suas ações. Ambos fizeram vigilância no hotel em que os afegãos e os agentes da CIA pretendem se encontrar. Imagina-se que um dos Jennings usará algum funcionário do hotel para observar essa reunião. Pelo que vimos, Liz deve interagir com Neal, um funcionário (gerente?) que deu a ela seu cartão de visita. Vamos aguardar mais uma daquelas operações de tirar o fôlego nos próximos episódios.


Aproximação interessante também começa a acontecer entre Nina e Baklanov: um passo inteligente, que encurtou um pouco mais a distância entre a espiã e o cientista, foi dado nesta semana, quando ela começou a falar em inglês com ele. Assim, Nina já pode começar a construir junto a ele uma identidade conjunta de prisioneiros loucos para voltarem para a América. Talvez ela nem precise da ajuda de Stan e Oleg.


Na Rezidentura, Oleg continuou seu trabalho de reunir informações sobre a tecnologia Stealth, mas sua conversa com Arkady foi interrompida por Tatiana, que trouxe algo intrigante: uma certa Willow foi ameaçada por um dos membros da Organização, que resolveu tomar providências. Desconfio que a Willow seja Gabriel e o ameaçador seja Phillip. Se for isso, essa reta final pode trazer muitos perigos para o sr. Jennings.


Impossível saber a dimensão do perigo para Paige, agora que ela descobriu a identidade real de seus pais. Como Phillip disse a Stan, a garota agora está muito mais observadora desde que passou por esse batismo. Testemunhar a necessidade (e cara de pau) dos pais em enganar o amigo e vizinho, a fim de manterem seus disfarces, foi uma dolorosa iniciação na vida adulta para a garota.


Comente aqui e até a próxima semana!

Patreon de O Vértice