Mistborn – O Império Final (Livro 1) | Crítica

Com a “Martindependência” dos últimos anos e a falta de notícias e confirmação sobre a continuação de As Crônicas de Gelo e Fogo, todos os fãs de bons livros de literatura fantástica estão um pouco carentes e procurando consolo em outras sagas e livros que possam confortar nossas pobres mentes enquanto não continuamos acompanhando as histórias em Westeros.

Entre o mundo de novas opções – algumas de qualidade duvidosa – uma trilogia (que depois gerou mais um livro 300 anos após a saga original) chama a atenção por utilizar um estrutura clássica de enredo –  a jornada do herói – além de um personagem heroico/salvador. Trata-se de Mistborn – Nascidos da Bruma, de Brandon Sanderson.

O mote da história é simples e cativante: Acompanhamos a trajetória do ladrão Kelsier, que vive em uma sociedade comandada pelo ditador Senhor Soberano, que há mil anos comanda o mundo, sendo tratado como um verdadeiro Deus. Vamos acompanhar a revolta de Kelsier, que deseja colocar um fim a esse domínio do Senhor Soberano. O aspecto curioso da mitologia criada nesta saga é que há pessoas – chamadas de Nascidos da Bruma – que ingerem metais e com isso possuem habilidades ou poderes específicos. A versão brasileira do livro, publicado pela Editora Leya, traz inclusive uma tabela com esses metais e habilidades. Essa ideia traz importantes desdobramentos e possibilidades à história.

capa

As pouco mais de 600 páginas do livro passam rápido, com um longo período de desenvolvimento e explicação da sociedade, dos nascidos da bruma e da história do Império Final e o Senhor Soberano. O final retoma o ritmo acelerado do começo da trama e nos deixa com uma enorme vontade de continuar lendo. Com certeza o Livro 2 não tardará a chegar.

Confira a sinopse de Mistborn – O Império Final e leia um trecho do livro:

“Certa vez, um herói apareceu para salvar o mundo. Um jovem com uma herança misteriosa, que desafiou corajosamente a escuridão que sufocava a Terra. Ele falhou… Desde então, há mil anos, o mundo é um deserto de cinzas e brumas, governado por um imperador imortal conhecido como Senhor Soberano. Todas as revoltas contra ele falharam miseravelmente. Nessa sociedade onde as pessoas são divididas em nobres e skaa – classe social inferior -, Kelsier, um ladrão bastardo, se torna a única pessoa a sobreviver e escapar da prisão brutal do Senhor Soberano, onde ele descobriu ter os poderes alomânticos de um Nascido da Bruma – uma magia misteriosa e proibida. Agora, Kelsier planeja o seu ataque mais ousado: invadir o centro do palácio para descobrir o segredo do poder do Senhor Soberano e destruí-lo. Para ter sucesso, Kel vai depender também da determinação de uma heroína improvável, uma menina de rua que precisa aprender a confiar em novos amigos e dominar seus poderes.”
Patreon de O Vértice