Crítica | The Walking Dead 5x14 – Spend


“Você quer um futuro, e nós somos sua chance de tê-lo.” – Maggie Greene.



Chegamos ao segundo episódio mais triste da temporada – o da morte do Tyreese é o mais triste até agora. Olha, essa série está parecendo minha vida, onde tudo que pode dar errado dá errado.


Pois bem, Eugene, Aiden, o execrável Nicholas, Glenn, Noah e Tara saíram em uma missão para pegar um equipamento que supostamente traria comunicação de volta à Alexandria. Deu errado? Deu. Por quê? Bom, primeiro, Aiden, o filho fofinho de Deanna, deu um tiro em um errante que carregava uma granada gatíssima e, na explosão, feriu gravemente a Tara e a si próprio. Dá para piorar? Dá, mas depois retomaremos a essa parte.


Vocês lembram o que eu havia dito sobre o marido de Jessie acabar morto de alguma maneira? Pois é, o canalha é um marido e pai abusivo, do mesmo jeitinho que o marido de Carol, que no momento está queimando no inferno.


Minhas suspeitas – e de Carol – começaram quando Sam, o filho mais novo do casal, pediu uma arma. Coisa boa não podia vir daí. Falando em Carol, ela devia deixar de ser chata com o guri, que é um amorzinho, e não um psicopata, como suas duas últimas crias.


Retomando à missão da galera, Nicholas, o desprezível, fez a peripécia de deixar o filho da dona de Alexandria para trás e, não contente com isso, acabou fazendo ABSOLUTAMENTE TUDO ERRADO ao tentar ir embora por conta própria, o que acabou provocando a morte de Noah. Sabe o que foi o pior da cena? A cara de Glenn ao assistir o amigo ser devorado, como se, de alguma forma, ele tivesse falhado com Noah. Sabe o que parece? Que todos os sacrifícios que o time fez foram em vão. Beth e Tyreese se sacrificaram por Noah, que agora também está morto.


Pois bem, dá para piorar ainda mais. Gabriel, o Padre que até agora não fez absolutamente NADA para ajudar as pessoas que o tiraram daquela Igreja, foi até Deanna e crucificou o time. Disse que, mais cedo ou mais tarde, tudo vai pelos ares e o grupo de Rick escolherá salvar a si mesmo ao ajudar as pessoas. Aiden não retornará da missão, agora some isso ao que Gabriel Stokes disse e você verá confusão chegando.


O herói do episódio foi o nosso medroso Eugene, que conseguiu vencer seu medo e salvar Tara, matar alguns zumbis e se impor contra Nicholas. Esse é o caminho, amigo. Não precisa ser cada um por si.


Descanse em paz, Noah. Você queria ser parte da comunidade e ajudá-la a crescer e ser uma luz para os outros sobreviventes que lutam por suas vidas, e isso sempre será lembrado com muito carinho.

Patreon de O Vértice