Crítica | The Walking Dead 3x13 – Forget


“Ninguém poderá te ajudar, porque ninguém vai te ouvir. Bem, alguma coisa vai.” – Carol Peletier.



A coisa anda bem complicada em The Walking Dead, viu? O grupo de bichos do mato quer tomar o local sem nenhum motivo aparente. Sem contar que temos que aguentar Deanna, que é bem chata.


Bom, o episódio foi dividido em dois núcleos: o da festa e o núcleo Buttons. No primeiro, estavam Rick, Carol, Carl, Sasha, Abraham, Michonne, Maggie e os demais sobreviventes. Deanna resolveu dar uma festa para o grupo, convidando todo mundo para participar dela.


Esse núcleo conseguiu desandar de várias maneiras, mas foi uma experiência esclarecedora para o time. Abraham, por exemplo, adorou e disse que tem muito mais do que imaginava que teria. Alguém grato nessa série, ainda bem...


Carol, ah, Carol... O que foi a cena dela assustando Sam, o filho de Jesse – por quem Rick está desenvolvendo uma queda? Ela deu duas opções: ser destroçado por zumbis ou ficar quietinho e ganhar biscoitos. Razoável.


O episódio também focou um pouco em Sasha, a pessoa que eu mais esperava ver, já que ela perdeu o irmão e o namorado. Eu não consigo ver nada além de uma pessoa danificada. Danificada por tudo, que está cansada de lutar. Mas ela não precisa mais lutar... Pelo menos, por enquanto.


Já o núcleo Buttons se compôs unicamente por Aaron, Eric e Daryl. Entre outros pontos importantes, acompanhamos o plot do cavalo que Daryl e Aaron tentaram capturar. O cavalo, infelizmente, faleceu pela ação de um grupo faminto...


Foi bom ver o Sr. Dixon e Aaron, que possuem semelhanças, interagindo. Aaron disse a Daryl que ele é visto como “forasteiro” por não deixar que os outros o conheçam, o que é verdade. Na verdade, acredito que até mesmo nós não conhecemos Daryl de verdade. Conhecemos apenas uma de suas várias (e danificadas) faces.


Essa trama se encerrou com Daryl jantando com Aaron e Eric e topando ser o recrutador de Alexandria.


E foi isso... Para finalizar, um recado para o grupo liderado por Rick: parem de procurar chifre em cabeça de cavalo e aproveitem a estadia até que alguma ameaça chegue. E por alguma ameaça, vocês, leitores dos quadrinhos, sabem de quem estou falando, não sabem?

Patreon de O Vértice