Crítica | Supernatural 10x15 – The Things They Carried

"You know, you can do everything right. And even still, sometimes... The guy still dies."

Com o retorno do hiatus, Supernatural nos apresentou um episódio que não acrescentou muito à trama principal da temporada, mas felizmente mostrou o arco do personagem Cole sendo desenvolvido e, talvez, finalizado. Sabemos que "Saving people, hunting things, the family business" sempre será o lema dos Winchesters, e fico feliz por ainda termos a oportunidade de vermos episódios que enfatizam isso. Como não ficar com aquela nostalgia? Ainda mais com monstros que já foram apresentados antes...

Assim, no geral, The Things They Carried foi um episodio satisfatório. Vimos Dean tentando a qualquer custo salvar a vida de Cole (que, aliás, estava fantástico no episodio, nem parecia ser aquele personagem que só buscava por vingança). Também, vimos Sam se sentindo culpado por ter matado um monstro. Porém, acima de tudo, tivemos Dean finalmente admitindo que a Marca de Caim não possui cura.

Confesso que esperava um episodio focado nas consequências causadas pela batalha de Dean contra Caim. Mas vimos que esse plot está se desenvolvendo lentamente... É óbvio que esse plot principal terá muito o que desenvolver ainda, e espero que ele nos surpreenda. Com isso, os diretores resolveram nos apresentar um episódio com aquele gostinho das primeiras temporadas.

Confesso também que senti falta de alguns personagens no episódio, como, por exemplo, Crowley e Castiel. É difícil admitir que Castiel está sendo deixado de lado na temporada... Infelizmente, a trama do personagem esteve perdida, para dizer o mínimo. Isso sem mencionar os plots horríveis que deram para ele na temporada (a “filha” dele, quem lembra?). Mas, por outro lado, o nosso rei do inferno está se destacando cada vez mais. E ainda estou esperando o plot dos Covens surgir, já foi tão citado na temporada. Porém, até agora não tivemos nada.

Por fim, a temporada está próxima de acabar, mas muita coisa falta para ser finalizada. O mais incrível até o momento é vermos como Jensen evoluiu como ator. Preciso comentar que a sua atuação nessa season está fantástica! Por isso, espero que trabalhem mais o lado psicológico do Dean nos próximos episódios. Inclusive, o episodio anterior (que foi um dos melhores da temporada até agora) nos apresentou isso.
Patreon de O Vértice