Crítica | Rizzoli & Isles 5x18 – Family Matters [Season Finale]

Quem canta, seus males espanta.


Relacionado: Crítica | Rizzoli & Isles 5×17 – Bite out of Crime


O que fazer para animar uma amiga que acabou de terminar um relacionamento que ia muito bem, obrigada!? Vejamos... sair para ver um filme? Não. Sair para jantar? Não. E fazer compras? Hmmm, não. Já sei!!! Que tal um assassinato?! Pois foi apenas isso que fez Jane conseguir tirar Maura do sofá. Investigar o assassinato do Batman.


Um homem foi encontrado morto em seu apartamento enquanto a mulher estava presa por algemas na cama. Isso que eu chamo de fantasia para apimentar um pouco a relação. Pena que não terminou bem para o pobre herói.


Quando os detetives descobriram que a vítima (nem tão inocente assim) tinha duas famílias lembrei de um caso parecido em Castle. Inclusive nas suspeitas. O que vemos com frequência é que quando se trata de traição, a mulher descobre com mais facilidade do que o homem. Nesse caso, fica fácil também imaginar o que uma mulher traída é capaz de fazer.


Por falar em Castle, outra coisa que acho parecida é a relação dos dois protagonistas de cada série. A química existente, as piadas e o carinho mútuo, tanto entre Rizzoli e Isles quanto entre Beckett e Castle. Aproveito para afirmar que essa é outra série que amo de paixão.


A fim de investigar uma das mulheres do Cavaleiro das Trevas, Jane resolve fazer uma pequena viagem com Maura com a desculpa de passar um tempo num spa, tirar um dia de folga para descansar. Seria um bom plot se víssemos as duas recebendo massagens, passando um tempo juntas, mas a detetive tinha trabalho a fazer, então deixou a amiga lá sabendo que aquele tempo seria bom pra ela.


A cena das duas cantando juntas no carro foi aquela que esperei a temporada inteira para ver. E atendeu a todas as minhas expectativas. Foi engraçado, como achei que seria, e de certa forma chegou até a ser romântica. Exatamente como eu queria que fosse. E elas cantam bem, imaginem!


De volta à Boston, Jane teve uma ajudinha amiga na solução do caso. Mais uma vez os produtores resolveram homenagear nosso querido Lee, fazendo a morena ter mais uma visão do Frost na rua. Repito que essa demonstração de carinho é preciso, pelo bom amigo que o Barry era e para mostrar aos fãs do Lee que ele não foi esquecido. Jamais será!


A quinta temporada acabou e sentiremos saudades da série, mas não por muito tempo. A sexta já está bem pertinho, em junho voltaremos a ver essa dupla. E os fãs da Sasha Alexander ainda podem vê-la em Shameless como a professora (muito sexy!) Helene.


Até junho!

Patreon de O Vértice