Crítica | Melissa & Joey 4x11 – Gone Girl


“Não tem nada de errado em gostar de ir à manicure.”



Com o plot principal abordando mais uma vez a relação de Dani e Joe, apostei todas as minhas fichas que não teríamos um bom episódio, principalmente com a instabilidade desta temporada. Mas o episódio foi ótimo! Mesmo que ainda não tenha atingido o nível de qualidade das outras temporadas, a série está chegando lá.


Finalmente, Mel se destacou. Ela sempre consegue tornar suas falas mais engraçadas com o seu jeito. Talvez tenha faltado um pouco mais de autoridade nela, já que ela cuidou de Lennox por tanto tempo e a garota passou um bom tempo ouvindo apenas as teorias de Evita. Mel tinha todo o direito de se sentir magoada com a viagem... E apesar dos estereótipos excessivos no episódio, foi bom ver Lennox abrindo os olhos por conta própria.


Já em relação a Joe e Dani, o plot foi mediano. Se tivessem mostrado mais situações desconfortáveis entre os dois, poderia ter sido mais engraçado. Acredito que só não foi melhor porque já vimos esses mesmos tipos de interação entre eles durante toda a temporada, já que a insistência em introduzi-la na família deixou tudo muito desgastado em relação a ela. E foi ótimo que reconheceram que já era hora da garota partir. Ela não trouxe nada de novo para a série, só nos fez sentir mais falta de Ryder.


Ainda falta concílio de diversos assuntos que começaram a explorar e simplesmente deixaram largados por muito tempo, como o caso da gravidez de Mel ou a saída de Ryder. Como puderam ficar tanto tempo sem tocar nesses dois assuntos importantíssimos? Entretanto, a série está encontrando seus eixos novamente e caminhando para o Series Finale. Esse episódio foi um dos que me deixou com dor de pensar na despedida. Espero que os próximos evoluam tanto quanto esse.


Obs.: A indecisão de Mel sobre qual esmalte escolher e seu amor pela manicure foram boas cenas de assistir. Leves e engraçadas na medida certa.

Patreon de O Vértice