Crítica | Glee 6x11 – We Built This Glee Club


"Now, a chapter in Glee Club history may be ending, but it is just the beginning for all of you."



Pudemos ver em um dos últimos episódios da série alguns arcos na vida de Rachel e dos New Directions sendo finalmente concluídos. Mas, antes de qualquer outro tópico, preciso comentar sobre a aparição do Jessie, um personagem que muitos esperavam rever desde a primeira temporada. Pra mim, ele não poderia faltar de jeito algum no final da série. Sem comentar que ele foi de grande importância para a decisão de Rachel sobre o seu futuro. Ai, como foi bem revê-los juntos, ainda mais cantando... Aguardo ansiosamente para ver o final da trama do casal. Só lamento pelos Samchel shipps. Não foi dessa vez, pessoal...


Agora, falando sobre Rachel, finalmente ela pode decidir o que fazer de sua vida. E eu aqui jurando que ela iria escolher a Broadway... Rachel sempre sendo uma personagem imprevisível. Fico feliz por saber que ela terá um final digno, algo que sempre esperamos ver.


Sem mais enrolação, vamos comentar sobre a tão esperada Sectionals. Confesso que aguardei muito por esse episódio, e em partes ele não me decepcionou. Para aqueles que duvidavam do potencial dos Newbies, acredito que muitos ficaram satisfeitos com a evolução do cast e dos personagens. E esse episódio deixou isso em evidência, sem mais. As performances deles foram lindas e emocionantes (falo isso por experiência própria, pois por um momento não me segurei e acabei me emocionando, sim). Isso sem comentar sobre o repertório, que achei digno. Ainda mais que deram solos para personagens que até o momento não tiveram tanto destaque.


Glee realmente soube desenvolver os Newbies desta temporada. Fico satisfeita em poder dizer isso. Além disso, como esperado, eles ganharam. Se não ganhassem pela última vez na série, seria meio estranho, não acham? Mas foi merecido sim, admito.


E o que dizer da cena mais épica de todas? Sue desabafando com o Sr. Schuester foi algo que esperávamos ver um dia (eu acho). Foi uma cena icônica, sem mais. O sorriso dela quando o New Directions segurou o prêmio... Que orgulho, sério! Não esperava outra coisa da Sue, que, por mais que odiasse o Glee Club mais que tudo, no fundo, não negava a sua admiração pelo esforço deles.


Mas Glee não é Glee se não tiver aquela cena que parte o seu coração do público em mil pedaços... A cena dos flashbacks foi o basta para mim. Que cena foi aquela? Os flashbacks dos prêmios que eles conseguiram foi linda, nostálgica, emocionante... não sei nem como descrever.


Eu tenho tanto orgulho da série! Por mais que ela tenha decaído em algumas temporadas, ainda nos consegue emocionar e nos faz sentir aquele gostinho de "não acaba não!".


Agora, nos resta ver o Series Finale, que com certeza será impactante. Aguenta, coração!

Patreon de O Vértice