Crítica | Cougar Town 6x11 – Climb that Hill

100 episódios não é para qualquer um...


Todos os anos, várias séries nascem e morrem nesse mundo competitivo da tv. Já pudemos acompanhar injustiças nos dois sentidos, pois tivemos séries fantásticas sendo canceladas enquanto alguns lixos ficam sendo renovados ano após ano. Não existe uma fórmula mágica para o sucesso... Raramente vemos roteiros realmente geniais ou alguma história totalmente inédita. Mas, por incrível que pareça, temos uma série nadando bravamente contra a maré e que, com toda a simplicidade e a leveza de cada episódio, misteriosamente chegou na marca de seus 100 episódios. Claro que estou falando de Cougar Town!


E nada mais justo do que comemorar em grande estilo! Mesmo que de modo sutil e em doses homeopáticas, o episódio fez várias homenagens, relembrando várias coisas que foram deixadas para trás. Relembrou, por exemplo, o fato de Jules nunca entender um filme ou de ela nunca ter lido um livro na vida. Enquanto alguns filmes ou séries tentam mostrar o quanto é importante ler e estudar, Cougar Town segue a linha contrária... (Isso ficou um pouco claro quando Jules diz para Laurie em alto e bom som "Leitura é para perdedores".) Confesso que acho isso algo meio genial! E já era certo que todos os amigos da Julie tentariam provar o contrário. Eles a desafiam a ler um livro, e nada mais justo do que começar com um bem fácil e simples "to Kill a Mockingbird". Bom, Jules cumpriu o prometido e... dormiu após simplesmente abrir o livro.


O mais engraçado foi Jules ter tentado ir pelo caminho mais fácil e procurado pelo filme do livro. De um jeito muito engraçado, o episódio tentou mostrar que nem sempre é bom ir para essa alternativa, afinal a adaptação cinematográfica pode sair um pouco do roteiro original (ou, como foi no caso, sair COMPLETAMENTE). Mas, no final, não poderíamos deixar de ter o "momento bonitinho" do episódio, com todo mundo ajudando Jules a finalmente ler o primeiro livro de sua vida.


Porém o que mais me divertiu foi o pequeno problema que o Andy tem com a sua mão. Eu sabia que o cara sempre teve algumas manias esquisitas, mas deixar a mão dentro da calça o tempo todo acabou passando um pouco da conta. Acho que ele levou a expressão da Nicole Bahls ("Fala com a minha mão") a sério demais. Eu estava imaginando como as mães que ficam no parque com os filhos falam quando vêem uma cena dessas... E o que dizer da solução temporária que Travis arrumou com as mãos do Hulk? Ri muito.


Por falar em Travis, ele deu uma pequena sumida no episódio e serviu apenas como escada para Laurie, além de ser chato e tedioso enquanto conversava com Grayson. Mesmo assim, ele revelou uma informação interessante: ele assistiu Avatar 19 vezes! Ainda tento adivinhar como ele conseguiu tal proeza, pois eu quase dormi na primeira e única vez que eu assisti ao filme. Além disso, descobrimos que, quando era criança, no primeiro dia de aula, ele usou um cinto fedendo a peixe e peidou na cara de uma menina para tentar impressioná-la. Parando para pensar, percebi que a melhor coisa que aconteceu na vida dele foi, sem sombra de dúvidas, a Laurie.


Há um tempo eu disse que eu não sabia como Grayson aguentava todas aquelas pessoas por tanto tempo (100 episódios para ser mais exato). Tivemos a resposta para essa questão neste episódio. Ele ignora todo mundo de um jeito tão pesado que, no final, o rapaz não sabe nada sobre ninguém, nem mesmo sobre Jules – até eu sabia que o nome do meio dela era Kiki (só que não)! Sobre a mãe da Jules, já que a filha é o que é, também começo a desconfiar que o nome dela seja realmente "Freaky".


Já fazia um certo tempo que não tínhamos a presença de dois elementos que eram a alma da série... Uma delas é o Big Chuck. Foi legal vermos a homenagem a ele e a todas as outras taças de vinho que, infelizmente, já se foram. A outra delas é a música ridícula (no bom sentido) que Grayson faz. Às vezes, acho que ele seria um par perfeito com a Phoebe. Imagina um Smelly Cat cantado pelos dois?


E com todas essas homenagens, brincadeiras e leituras obrigatórias de livros, estamos chegando cada vez mais perto do final. Restam apenas mais dois episódios! Que tal vocês opinarem sobre o que acham que irá acontecer na conclusão da trama? Deixe um comentário para nós.

Patreon de O Vértice