A Urna Sagrada - Bob Hostetler | Crítica

Desde o lançamento do primeiro livro de Dan Brown como Robert Langdon sendo o protagonista, vários autores e obras se destacaram em vários países ao mesclarem história da humanidade com investigações. Os mais diversos enredos, problemas, mitos e protagonistas surgiram com o intuito de nos fazerem acompanhar até o fim pesquisas, mistérios e quase sempre algum drama familiar ou problema de comportamento embutido.

Esse mote é o que caracteriza A Urna Sagrada, livro de Bob Hostetler e lançado recentemente pela Editora Record. Ao tratar a descoberta de ossadas em Israel, o problemático protagonista Randall Bullock, parte para uma investigação que pode provar que o achado está relacionado a um milagre bíblico: a ressurreição de Jesus.

capa

A leitura é fácil e rápida, com uma história linear e uma espécie de flashback. Ao mesclar os temas religião/história, problemas familiares e investigação, Hostetler não consegue arramar bem a trama, deixando a parte dramática se sobressair em relação à parte de desenvolvimento e conclusão do mistério. Quem acaba gostando mais dos personagens pode se interessar em ir até o final com mais velocidade.

A parte de ação é trabalhada como se o arqueólogo fosse uma espécie de Indiana Jones, enquanto a parte de investigação lembra séries como CSI e Bones (a última inclusive também é originada de excelentes livros).

Desta forma, A Urna Sagrada não é necessariamente um livro ruim. Longe disso, aliás. Mas a obra peca, em suas pouco mais de 300 páginas, ao não ter a originalidade esperada e elementos diferenciados, sendo um título que vai agradar com mais ênfase fãs fervorosos do gênero.

Confira a sinopse de A Urna Sagrada, lançamento da Editora Record:

Uma aventura inspirada em um achado arqueológico real e digna de Indiana Jones

Como arqueólogo, cabe a Randall Bullock decifrar vestígios de civilizações antigas. Como marido, deve aprender a conviver com a morte da esposa. Como pai, Rand não sabe o que fazer. Seu relacionamento com a filha Tracy, de 19 anos, promete ficar ainda mais complicado quando ela é expulsa da faculdade e vai atrás dele em Israel.

Porém, trabalhar naquela região é cada dia mais perigoso e, ao ser designado para um novo local, Randall acaba precisando contar com a ajuda da bela oficial da polícia israelense Miri Sharon. Mas o verdadeiro desafio ainda está por vir. Dois ossuários estão enterrados ali, e um deles contém um pergaminho que pode comprovar a ressurreição de Jesus Cristo. Forçado a encarar o poder dessa revelação histórica, ele deve confrontar suas próprias crenças — ou a falta delas — enquanto tenta evitar que as consequências de sua descoberta tenham uma reviravolta desastrosa.

A urna sagrada é um suspense histórico que alia, de maneira magistral, conflitos políticos, romance e fé. Com todo o seu conhecimento religioso e uma boa dose de ação, Bob Hostetler consegue levar o leitor a uma nova versão de um importante momento da história do mundo.
Patreon de O Vértice