The Vampire Diaries 6x12 – Prayer For the Dying

Como vampirismo é um tema completamente fictício, os produtores podem fazer o que quiserem com a mitologia da série.


No episódio anterior, vimos que a xerife Forbes tomou sangue de vampiro na esperança de curar seu câncer, porém este método não funcionou e, na verdade, só acelerou o processo de evolução do câncer, dando a ela uma expectativa de vida de menos de 1 dia. Caso ela morresse, viraria uma vampira com um câncer super avançado, que a faria viver sua vida imortal numa incessante dor. Muitos acharam isso muito forçado, já que a ideia passada durante toda a série era que o sangue de vampiro curava tudo, mas, como em TVD nada é fácil, criaram essa exceção no caso do câncer.


Para salvar a Xerife Forbes, os personagens tiveram que usar a imaginação. Jo teve a ideia de fazer uma total transfusão de sangue para tentar retirar o sangue de Caroline do sistema de Liz, mas não funcionou. Damon surgiu com a ideia de usar a habilidade de Kai a seu favor, já que ele é um tipo diferente de bruxo que não possui magia própria e absorve magia alheia, o que poderia lhe permitir retirar o efeito mágico que tem no sangue de vampiro para que o câncer de Liz parasse de crescer super rapidamente. Até funcionou, mas o coração da xerife não suportou esta mudança drástica e ela teve uma parada cardíaca. Por alguns instantes, ela estava realmente morta, mas logo voltou a vida. Com isso, quem quase teve um ataque cardíaco fomos nós...


No outro plot que se desenrolou durante o episódio houve muitas reviravoltas. Já sabíamos que haveria uma fusão entre um dos casais de gêmeos. Depois de uma quase fusão entre Liv e Luke e uma quase fusão entre Jo e Kai, quem acabou se fundindo foi Luke e Kai, para a surpresa de todos. Mas não foi tanta surpresa o fato de Kai ter vencido. Foi uma boa jogada, porque agora Kai se fundiu com o mais poderoso de seus irmãos, tornando-se bem mais perigoso. E Luke também era o personagem mais avulso e sem importância entre os quatro.


Após o fim do famoso triângulo amoroso Stefan/Elena/Damon, a série não está mais focada em casais, mas a história ed Delena continua a ser desenvolvida pelos roteiristas. Depois de Elena apagar suas memórias sobre Damon, finalmente eles estão voltando a ter química. Neste episódio especificamente, a trama dos dois não teve muito espaço, por causa dos dois plots intensos sobre os quais eu já comentei, mas, mesmo assim, arrajaram um momento no episódio para mostrar um beijo do casal. Não foi uma cena ruim, mas poderia ser mais emocionante.


Uma boa observação é que, em Prayer For the Dying, utilizaram apenas personagens úteis para as histórias desenvolvidas. Foi um episódio sem as inutilidades de Matt, Jeremy e Alaric e sem o plot sem graça de Enzo. Porém, poderiam pelo menos ter citado a Bonnie, já que ela tem sido fundamental nessa temporada.

Patreon de O Vértice