Stalker 1x15 – Lost and Found | Crítica

Um bom plot com desfecho previsível.


Blog de fofoca? Drama escolar? Xoxo, Gossip Girl...


NÃO, PERA! É Stalker mesmo.


Em Lost and Found, a série utilizou o consagrado formato de caso da semana, mas com uma história particularmente previsível, óbvia.


O que mais admiro no show é a forma como a perseguição é abordada, mostrando o que desencadeou esse comportamento, sejam as rejeições sofridas na infância, uma paixão não correspondida, uma paranoia... Contextos de serial killers e personagens com problemas psicológicos me fascinam. É isso que gosto em Stalker: a temática da loucura.


MAS, a estrutura vem se repetindo demais. Uma vítima e um suspeito. Pequeno desenvolvimento dos dramas dos protagonistas. O suspeito inicial não é o culpado...


Não me entenda mal, não está chato, mas a série precisa explorar outras opções, arriscar. Sabemos pouco da protagonista Beth. Sabemos menos ainda sobre Janice e Ben. Os mais bem desenvolvidos são Jack e Perry. Ray ainda é uma incógnita.


Neste episódio, acompanhamos o caso da Jenny, uma garota popular que vinha sendo alvo de fofocas sobre um suposto envolvimento amoroso com um dos professores da escola. Essa situação abalou seu namoro e sua vida particular e escolar. Uma série de acontecimento se desencadeou e a deixou desesperada, a ponto de fugir de casa. A única pessoa que aparentemente permanecia ao seu lado e acreditava nela era a amiga Lexis (que descobriu ser meio-imã de Jenny).


Particularmente, não gosto de histórias com foco escolar, todo o drama e bullying exacerbado me cansam. Seja em filmes, novelas ou seriados... não desce de jeito nenhum. Todo o drama generalizado não é para mim.


Alexis foi entregue para adoção quando nasceu, e quando cresceu fingiu ser amiga da Jenny para tentar tomar seu lugar e ficar próxima da mãe biológica (oi?). Ela fez difamações, espalhou rumores e cometeu crimes para tentar ter um relacionamento com a mãe.


Enfim, Lost and Found foi um episódio interessante, mas podia ser ainda mais, pois foi muito previsível. Stalker pode apresentar algo melhor, muito melhor.


Enquanto isso, continuamos acompanhando a série e torcendo por uma renovação.


O próximo episódio será sobre um culto religioso. Será que veremos um caso no estilo de The Following (série do mesmo produtor de Stalker)?

Patreon de O Vértice