Crítica | Scorpion 1x16 – Love Boat

O amor está no ar... No ar, na terra e na água, como vimos em Love Boat.


A missão da equipe nesta semana era simples: entrar disfarçado num barco, desativar mísseis e colocar GPS neles para prender vendedores e compradores ilegais das armas. Simples, certo? Errado!


Cabe Gallo apareceu com um trabalho em péssima hora. Nosso gênio maior estava fazendo reservas à la Scorpion num restaurante super romântico, afim de impressionar a Paige. Infelizmente, graças ao péssimo timing do agente, não foi dessa vez que os shippers viram cenas Waige no episódio. Está sendo difícil segurar a ansiedade por esses dois...


Eu sinto muita dó do Sly (adorei esse apelido), que sempre sofre mais nas missões de campo. Em alguns momentos, chego a achar um pouco exagerado as reações de medo do nosso Sylvester, mas ele é cômico, então isso é perdoado facilmente.


Bom, a missão foi conturbada, mas (claro!) teve seu êxito. Palmas! Então, vamos focar mais nos dramas românticos que rechearam o episódio, afinal, é dia de São Valentim, minha gente.


Começando pelo pequeno Ralhp. Digo... Ralph. (Droga, Toby)... Apesar da fofura que foi vê-lo todo sociável, se declarando para a coleguinha da escola, eu não vou shippar ele com ninguém. Ninguém além de mim, é claro!


E por falar em Ralph, acho muito digno ele ser usado mais nas missões, como vimos em Kill Screen (esse episódio foi fantástico justamente pelo destaque que o garoto recebeu). Ele é uma peça fundamental no #TeamScopion. É a cola que mantém o mundo da série unido.


Happy e Toby é o casal "não casal" que eu adoro ver. E gosto que seja assim, nada certo, nada oficial. Eles trazem mais sintonia e menos complicação. Até porque o drama já está inclinado sobre Walter e Paige. Não precisamos de mais um. Então, aproveitando que a série já foi renovada para a sua segunda temporada, acho válido enrolarem mais um pouquinho o romance dos dois.


O Sly com medo do que o Walter pode pensar do envolvimento com sua irmã mostra o quão adorável e fiel ele é ao melhor amigo. Sinceramente, isso mexe um bocado comigo. Precisamos de mais pessoas assim.


Os fãs de ironia devem ter se deleitado com a situação na qual quem trabalha com a segurança do governo tem que usar identidades falsas para entrar disfarçados, am I right?


No entanto, foi um episódio muito bom: engraçado e com várias cenas de lutas, incluindo uma espécie de voadora do Walter, que eu achei bizarra, mas muito divertida.


No Banco de Séries a nota chega a quase 9. No IMDb não esteve ruim, marcando 8,3.


Happy Valentin's Day, everyone !!!

Patreon de O Vértice