The Middle 6x10 – Pam Freakin’ Staggs

Vamos reconhecer o que temos e continuar tocando para frente.

A vida dos Hecks não é glamorosa ou cheia de luxos e prazeres que o dinheiro pode comprar, mas eles continuam tocando pra frente. No final das contas, eles sempre acabam por serem funcionais. Frankie, ao surfar pela linha do tempo do Facebook (provavelmente stalkeando o Axl para saber o que ele está fazendo na faculdade), recebeu uma notificação de pedido de amizade de uma antiga colega de classe do High School que ficou milionária após o Wheel of Fortune, o nosso brasileiro Roda-a-Roda. Surpresa com a notificação, ela não hesitou em aceitar o convite de Pam Staggs.

A participação especial de Kirstie Alley, atriz com currículo considerável na TV e no cinema, foi excelente. Pam Staggs gerou um rebuliço em Frankie, e eu adoro quando Frankie fica desesperada querendo arrumar a zona que é sua casa, ou a sua vida. Toda a sequência, desde ela juntando o lixo em casa, até quando gritou desesperadamente “BE DIFERENT!” antes de abrir a porta de casa com banho tomado, cabelo penteado e fora do pijama, me fez gargalhar alto! Me identifico com o estilo de vida dos Hecks. Minha casa não é nenhum modelo de organização, e já foi o tempo em que isso me incomodava.

Frankie pintando uma boa imagem de sua vida, casa e família é algo completamente compreensível. Ela não quer parecer fracassada na frente de alguém que ela acredita ter uma vida melhor e mais bem sucedida que a sua. E ninguém quer parecer mal em nenhuma hipótese. Todos queremos o melhor, mas uma falha que temos é a inveja. Devemos reverter esse sentimento em força de trabalho para alcançar o melhor. Do contrário, o budismo é algo que passa pela minha cabeça.

A presença de Pam mudou o comportamento de Frankie, fazendo-a parecer uma solteirona curtindo a juventude da época de escola. É nesse ponto que Mike tocou, provocando um ótimo diálogo entre amigos. Mike é ótimo para Frankie, ou melhor, para os Hecks. Ele é a sanidade dos Hecks. Mas quem diz que Frankie dá ouvidos? E lá foi ela ter um choque de realidade com sua recente amiga, que não só uma, mas duas vezes, jogou na cara que ela não fez muita coisa de sua vida. E como se não bastasse o desaforo, Pam ainda deu em cima de Mike!

Eu adoro desabafos, e o de Frankie só não foi melhor que o de Pam, que foi super afetado, hilário, do jeito que eu gosto. Kirstie brilhou no desabafo de Pam ao expor para Frankie, se jogando no sofá e de quatro no chão, que sua vida está em pedaços, que o dinheiro não foi tão bom, e que ela é uma bela e rica mentirosa. E o que Frankie fez com essa nova informação? Consolou a colega, claro, mas depois foi toda feliz cantar vitória pelo fato de a vida de Pam ser miserável! Só mesmo Frankie Freakin’ Heck para fazer isso e eu dar risada.

E antes que me esqueça, Sue, aquela linda, ainda está dando seu jeito de entrar na faculdade, e isso envolve remar com oboés (genial) e cuidar de um bezerro. E Axl faz uma casal bonitinho com Devin Levin...

P.S.: Li numa review que Pam Staggs já foi mencionada anos atrás no quarto episódio da 3ª temporada, Major Changes. Não me lembro, mas, como foi possível ver nesse episódio com Brick falando sobre os sons de Sue serem iguais aos dos brinquedos dele e o desenho do termômetro de Sue na porta da geladeira, The Middle está atenta à própria mitologia, e isso é muito legal.
Patreon de O Vértice