Marco Polo 1x06 – White Moon

Polo e Byamba procuram mandante do atendo contra Khan em episódio cheio de surpresas.


“Lua Branca” mal começa e BOOM! Descobrimos que a Princesa Azul na verdade não é a Princesa Azul. Exatamente isso. A verdadeira princesa se matou no dia em que Kublai dominou seu povo, e uma usurpadora tomou seu lugar e foi levada pelo imperador para seus domínios. Ela e Tulga trabalhavam para a verdadeira princesa, e se aproveitaram da situação pensando em ganhar algo além da sobrevivência.


Os irmãos Polo partiram da cidade sem a placa de ouro que lhes garantia o passe imperial, mas prometeram voltar em breve. O pai de Marco sabe o porquê de ainda estarem vivos e compreendeu a atitude do filho diante da situação. Enquanto uns partem, outros chegam, e Polo dá de cara com a princesa Khutulun. Gostei muito de sua primeira aparição na série, mas pelo jeito seu estilo não é só admirado por mim, é admirado também pelo Khan e pela rainha. A verdade é que ela rouba a cena quando entra em ação.


Achei muito arriscada a atitude de Marco ao se oferecer para levar as joias de Kokachin até Tulga. Tudo bem que no final das contas ele acabou descobrindo que os dois são amantes, e isso o deixou furioso, mas pelo jeito ele está cegamente apaixonado pela princesa. Em outra cena interessante, a “Princesa Azul” ousou dizer algumas verdades sobre a “devoção” do povo de Khan para a imperatriz Chabi, que estava acompanha da princesa guerreira Khutulun.


A investigação da investigação. Calma já vou explicar... Enquanto Marco e Byamba estavam em busca do mandante da tentativa de assassinato do imperador, Jingim estava tentando descobrir o que eles sabiam. Kublai não disse a verdade sobre a viagem dos dois para o filho, que começa a alimentar sua raiva por não estar por dentro do que está acontecendo no reino. Por enquanto, a única coisa que a investigação revelou foi que Sanga contratou os Hashshashin, mas o verdadeiro mandante ainda está próximo ao imperador.


Quer outras surpresas? Aí vão elas! Jia Sidao foi dispensando pela rainha Song e pelo Conselho Dinástico, sendo substituído Fang Zhen, um estudioso guerreiro vindo do povo. A cara que Sidao fez ao ser dispensado de seus serviços foi impagável, mas duvido muito que ele irá parar por aqui. Antes de tudo isso, ele havia enviado uma mensagem com uma nova missão para Mei Lin, e aqui fui, mais uma vez, surpreendido pela série. A ordem era para ela realizar um assassinato por envenenamento, mas o alvo era nada mais nada menos que a imperatriz Chabi.


Por um momento, pensei que havia escrito besteira na última review ao dizer que Sidao não seria capaz de assassinar Khan com um veneno, mas pelo jeito acertei. A cena final do episódio mostra o desespero de Mei Lin, que descobriu o que o irmão estava fazendo com a sua filha. O alvo de Sidao mostra que ele realmente sabe jogar, buscando desestabilizar o rei antes de uma grande guerra.


Uma atmosfera inquietante toma conta da série, que está cercada por várias conspirações e com importantes personagens sob suspeita. A tensão provavelmente será um elemento constante nesta reta final de temporada, o que torna a série ainda mais interessante. A qualquer momento, o verdadeiro culpado pela tentativa de assassinato deverá deixar uma ponta solta. Do outro lado da história, Sidao deverá ressurgir ainda mais poderoso. Que tal corrermos para o próximo episódio? Até!

Patreon de O Vértice