Glee 6x04 – The Hurt Locker, Part One

De todos os anos em que Glee esteve no ar, acredito que esse seja um dos episódios mais insanos da série, e desnecessário, em partes.


Começamos o episódio com a Sue apoiando Klaine e fazendo de tudo para que os dois voltem. Descobrimos que ela tem um santuário para o casal – e eu achando que já tinha visto de tudo, literalmente.


Mas o episódio foi mesmo focado na Sue tentando (como sempre) destruir o Glee Club e acabar com a carreira do Mr. Schue, mesmo ele estando fora do caminho dela. Mas aí você pensa: o que tem de insano nisso? Pois é, só que, dessa vez, Sue utilizou outro método, a hipnotização!


Ela hipnotizou Sam para que ele conseguisse conquistar Rachel e, depois, partir o seu coração. E tudo isso para que ela se desligasse do coral. Acredito que existam outros métodos além de hipnotização para conseguir isso, né? Mas não é que o Sam realmente consegue fazer com que a Rachel goste dele? Deu até dó da cena em que ela levou um fora.


Apesar de tudo, convenhamos que, em uma temporada final, ter episódios assim é de chorar. Logo quando a gente quer ver cenas épicas, performances incríveis, vem um episódio meia boca assim? É por isso que muitas pessoas desistiram de Glee. Outra coisa que me decepcionou foram as músicas do episódio. De quatro músicas, podemos salvar uma. Glee sempre costuma nos cativar pelas músicas, mas nem isso ela conseguiu desta vez. Me pergunto o que aconteceu com o Ryan, que estava fazendo episódios maravilhosos e, do nada, apresenta isto... Plots assim em uma temporada final não dá!


Além dessa trama, tivemos também o amistoso dos corais, o que, a meu ver, foi a parte mais interessante do episódio. Não teve nada melhor do que ver a cara do pessoal com a performance inesperada do Vocal Adrenaline. Mr. Schue dando uma sambada básica foi épico!


Bom, agora nos resta aguardar os próximos episódios e rezar para que não tenham mais plots de hipnotização, né?

Patreon de O Vértice