Elementary 3x10 – Seed Money


“You know, decorum forbids me from showing my emotions during an interview such as this one, but I assure you, on the inside, I am doubled over with laughter.”



Inicialmente, gostaria de dizer que estou muito feliz com esse episódio, no geral. Acho que já ficou claro para os leitores das minhas reviews de Elementary que a Watson é a minha personagem preferida na série. Ela é uma personagem que se manteve constante e fiel ao seu propósito desde o começo, e que só vem crescendo desde então. Confesso que não gostei da decisão dela de trabalhar para uma empresa privada de seguros, pois isso pode afastá-la mais ainda do Sherlock, mas, ao mesmo tempo, estou interessado para saber o que o futuro reserva para ela.




“Guerra é Guerra”



O caso dessa semana foi um pouco mais do mesmo que sempre vemos, mas com influência de um cartel brasileiro. Não sei o que esse povo dos EUA tem contra a gente, porque toda série em que brasileiros aparecem eles acabam sendo bandidos. Mesmo assim, me surpreendi em alguns momentos de revelação desse caso e fui pego de surpresa em alguns momentos. É sempre bom ver Sherlock interrogando alguém, e suas tiradas sarcásticas sempre dão um toque hilário ao episódio. Me surpreendi principalmente com o caso da Kitty e com o interesse que tive em ver as cenas dela. Não que eu não goste da personagem nem nada, mas finalmente a entrada dela na série está valendo. Senti que o treinamento da Watson foi mais evidente na série, mas as colocações da Kitty nos casos vêm sendo muito boas, mostrando um crescimento grande da personagem.


Falando nela, levantei os braços aos céus e agradeci com o final do episódio. A volta do homem que a sequestrou era meio previsível, mas eu pensei que eles fossem deixar isso mais para o final da temporada e aproveitariam aquela mulher que a Watson fez de inimiga no começo da temporada como um plot menor, mais intermediário. Gostei de terem inserido algo da Kitty como plot central e quero muito ver onde isso vai dar, mas espero que não enrolem até o final da temporada só para não criar algo novo. Mais uma vez, a preocupação e carinho de todos ao redor dela ficou evidente, mostrando um lado do Sherlock que só víamos com a Watson.


No mais, tivemos outra leva de Sherlock acordando a Watson, dessa vez no apartamento dela, e eu nunca vou me cansar dessas cenas.


Estou finalmente voltando a me sentir com relação a Elementary como me sentia na primeira temporada, e isso é ótimo. Quando chega quinta-feira, fico em dúvida de qual episódio ver primeiro, porque todas as séries do dia são muito boas, e finalmente Elementary voltou a fazer parte dessa dúvida. Estou ansioso para o final da temporada.


E vocês, o que acharam? Comentem em baixo, compartilhem ;)

Patreon de O Vértice