Constantine 1x09 – The Saint of Last Resorts, Part 2

Nergal por Pazuzu pode não ter sido uma troca justa, mas funcionou.


Chegamos a mais um encontro para discutir os acontecimentos em Constantine. A segunda parte de The Saint Of Last Resorts foi uma surpresa e tanto.


O episódio continuou exatamente onde sua primeira metade havia nos deixado, com Anne Marie deixando John para ser morto pelo Invunche enquanto ela salvava o bebê. Já tendo mencionado-o antes, usando-o para derrotar Lamashtu, John se viu forçado a remover as proteções espirituais de si e conjurou o deus pagão assírio de fome, pragas e tempestade, Pazuzu – os fãs de O Exorcista devem ter ficado satisfeitos – para fazer o papel que Nergal fez – nos eventos associados a consagração de Mary/Zed, que parece ter sido adiada neste episódio – em Hellblazer, curar John. Mas, claro, Manny surtou um pouquinho com a decisão de John de recorrer ao meio mais fácil e direto...
“You cannot drink the cup of the Lord and the cup of the Devil! You CANNOT have part in the Lord’s table and the table of the Devil.”
Uma das únicas críticas que posso fazer a este episódio é que somente a aparição de Nahash – a Tentação Original, Serpente do Éden – faz menções a La Brujeria e ao Rising Darkness, fatos que a primeira parte trabalhou com maior atenção. Outro ponto que serviu, mas não foi satisfatório, é a simplicidade e rapidez com que Zed conseguiu se libertar. Não esperava que o encontro dela com os pais realmente fosse acontecer, mas também não precisava ter sido uma sequência que mal levou três minutos.


Mas, voltando aos melhores acontecimentos do episódio, o preço que John pagou pela salvação foi razoavelmente alto. E Pazuzu é um demônio poderoso, então os efeitos desse preço se manifestaram rapidamente. O momento chefe da prisão foi algo muito bem inserido, e funcionou muito com o tom do episódio, embora, é claro, um pouco de suspensão de descrença foi necessária para aceitar as entradas e saídas daquele presídio.


O ritual de exorcismo foi muito bem feito e, como sempre, a atuação de Matt Ryan compensou todo o resto. Os links com Newcastle continuam a tomar conta da série, embora o descaso da NBC não vá permitir que vejamos ambas as tramas. A série terá que optar, como já optou – eu acho –, por usar La Brujeria como base para o fim da temporada, e provavelmente da série.


Resta-nos esperar pelo próximo episódio, e torcer para que a série tenha um final apropriado, ou pelo menos aceitável. Bom, até lá.

Patreon de O Vértice