Crítica | Once Upon a Time 4x12 – Heroes and Villains

Magic always come with a price.


Embora essa tenha sido a premissa mais mencionada ao longo da série, certos personagens ainda não aprenderam que não há exceção. Cedo ou tarde todos os atos enfrentam as consequências da magia.


Dando continuidade ao plano de se libertar da adaga, parecia que tudo estava dando certo para o Dark One. Ele tinha tanta certeza de que conseguiria ter tudo que vimos um super confiante Mr. Gold dar lições a Regina sobre finais felizes. Sobre como era possível ter tudo sem abrir mão de nada, sem deixar de ser quem ele era.


Mr. Gold era a pessoa que mais deveria saber sobre o perigo da magia, mas em sua busca desenfreada por poder acabou tendo que pagar o preço. Ao tentar ter tudo, acabou sem nada. Depois de todas as coisas terríveis que fez ao longo da temporada, o castigo chegou. A ironia é que a pessoa responsável por puni-lo foi justamente aquela que ele mais enganou.


O amor de Belle nunca foi suficiente para ele, e vê-la perceber isso foi de partir o coração. Em uma das cenas mais tristes de toda a série, fomos esmagados pela emoção ao ver a bela entender que o amor não supera tudo, que não é capaz de salvar essa fera distorcida pelo poder.


Enquanto isso, Regina enfrentou um desafio semelhante ao ter que fazer uma escolha entre o que ela mais desejava e o que era certo. Ao contrário de Gold, ela realmente mudou e evoluiu ao longo da história. Tudo que ela precisava fazer para ter seu final feliz era deixar a maldição da Snow Queen congelar Marian e nada mais estaria em seu caminho... Mas ela percorreu um longo caminho para acabar simplesmente voltando a seus antigos hábitos, mesmo que isso custe a possibilidade de ser feliz. O que tornou tudo mais penoso é que Robin havia a escolhido e Marian havia dado sua “benção”. Sacrificar a si próprio pelo bem de outros é o que qualifica um herói, e a decisão que Regina tomou fecha o ciclo de sua redenção.


Porém nem só de tristeza vivem os habitantes de Storybrooke. Enquanto parece que os finais felizes de todos os personagens estão cada vez mais longe, uma pessoa pode respirar aliviada. Hook finalmente recuperou seu coração e não enfrenta mais a morte pairando sobre sua cabeça. Não só a sua vida está a salvo como seu relacionamento com Emma vai muito bem.


Falando em Emma, a salvadora se juntou a Regina e Henry na Operação Mongoose, honrando a promessa que fez a Regina no início da temporada de ajudá-la a encontrar seu final feliz. A amizade das duas vem sendo construída há algum tempo e é uma das melhores coisas na série atualmente. Vê-las bebendo juntas não tem preço.


ouat2


De volta a Arendelle, as irmãs Frozen derrotaram Hans e retomaram o controle do reino. A referência a Ingrid no quadro das três irmãs foi linda, assim como o discurso de Anna de que a felicidade da irmã era tão importante quanto a sua própria. Com certeza, Anna, Elsa e Kristoff vão deixar saudades.


Bom, sai Frozen e entram as Queens of Darkness. Em flashbacks na Floresta Encantada, fomos apresentados ao trio de vilãs que promete deixar Storybrooke de cabeça para baixo. Inconformadas com o fato de vilões sempre perderem, Ursula, Cruella e Maleficent também estão atrás de seus finais felizes. O que elas serão capazes para alcançar seus objetivos pode mudar a vida de todos os nossos heróis e vilões... Até a próxima!

Patreon de O Vértice