Top Pop: As 10 melhores séries de TV da atualidade (2012)

Em homenagem a estreia da primeira temporada de Hemlock Grove, que acontece amanhã (dia 19 de abril) pela Netflix, nós do Eden Pop aproveitando a incrível onda de ótimas séries que vem arrebatando a TV nos últimos anos e decidimos nos juntarmos e pensar uma lista com as 10 MELHORES SÉIRES DA ATUALIDADE.


Com “atualidade” queremos dizer as séries que ainda estão no ar e não foram canceladas ou estão em seus últimos episódios e coisas do tipo, traduzindo, séries que assim como Hemlock Grove você pode aproveita-la agora.


Não se esqueçam de fazer suas próprias listas dizendo quem faltou ou quem sobrou na nossa lista e se esquecemos de sua série atual preferida.


Prontos para a lista?


[heading style="1"]10° - Dexter[/heading]


Dexter_Wallpaper


É verdade que a série caiu muito desde seu auge nas primeiras temporadas, mas ninguém (ou muito poucos) conseguiram abandonar de vez o Serial Killer que mata Serial Killers. A série se encaminha para a estreia de sua última temporada nos próximos meses e com certeza para uma redenção com seus fãs, que querem que a série volte ao seu auge.


A promessa de que a próxima e última temporada seja ótima é grande, embora a Showtime hoje em dia parece acreditar muito mais em Homeland e até mesmo nas suas novas produções do que em Dexter, que foi até adiantado para o inicio do ano, enquanto Homeland permaneceu nas estreias do último quarto de ano.


[heading style="1"]9° Mad Men[/heading]


Mad-Men-03


Outra que assim como Dexter caiu demais em qualidade nas suas últimas temporadas, mas já foi considerada por muitos a melhor série na TV, alguns ainda consideram. Eu não vou tão longe assim, mas é impossível não gostar de Don Draper e das intrigas na agencia publicitária Sterling Cooper.


Mad Men já arrancou diversos prêmios da mão de outras séries, hoje em dia perdeu a força nas premiações e um pouco da audiência, mas ainda tem uma legião de fãs impressionante e que não aceitariam uma lista de melhores da atualidade sem ela no meio.


Apesar de tudo ainda é um dos carros chefes da AMC.


[heading style="1"]8° Game of Thrones[/heading]


ddfdf


A primeira temporada de Game of Thrones, baseada no primeiro livro de George R.R. Martin, A Guerra dos Tronos, foi simplesmente incrível o suficiente para colocar a série no meu top 3 da época, mas a segunda temporada baseada em um livro muito inferior, A Fúria dos Reis, fez a série cair bastante de posição.


A terceira temporada promete muito, pois é baseada no melhor livro da Saga, A Tormenta de Espadas, mas o que vimos por enquanto nos 3 primeiros episódios ainda é abaixo do nível que se espera, mas estar abaixo do nível que se espera de Game of Thrones ainda é ser fantástico.


Game of Thrones não ganhou muitos prêmios em seus dois anos de vida, mas ganhou uma comunidade de fãs absurda, especialmente no Brasil que já é o segundo lugar com mais quantidade de fãs de GOT no mundo. A série é extraordinária, mas sinceramente ela poderia ser ainda mais do que é.


[heading style="1"]7° Modern Family[/heading]


modern-family


Outra dessas que levam todos os prêmios que podem e que não podem levar, recentemente ele tem brigado um pouco com Girls nas mesmas categorias, mas a série da HBO, por mais que seja boa (ainda não assisti, mas acredito que seja) não tem o mesmo gás que a aclamada comedia sobre uma Família Moderna.


Com uma estrutura diferente das outras séries do gênero atuais e com personagens extremamente carismáticos, Modern Family conquistou sua legião de fãs e figura em praticamente todas as listas de melhores que temos por aí.


Sem contar que uma série de comedia e ainda por cima episódica entrar em uma lista séria de MELHORES DA ATUALIDADE como ela sempre entra não é fácil.


[heading style="1"] 6° The Walking Dead[/heading]


twd


The Walking Dead é uma série de altos e baixos, a primeira temporada começou absurdamente bem e terminou num episódio fraco. A segunda temporada inteira, exceto pelos episódios que começavam e terminavam a temporada e a midseason, foi muito ruim, mas a terceira temporada, essa sim chegou arrebentando tudo.


Mortes de personagens importantes, a introdução do Governador que é um puta vilão e... alguns problemas com personagens que o publico deveria gostar muito, como Michonne e Andrea, duas das favoritas nos quadrinhos, no qual a série é baseada e que na série de TV ficaram extremamente chatas marcam mais uma vez esses altos e baixos.


Ao menos Michonne se redimiu no final da temporada, mas o final, e a segunda metade da temporada em si tem um tom mais fraco que a primeira metade da mesma. Ainda assim The Walking Dead acabou bem o suficiente para esquecermos os problemas da segunda temporada e entrar em 6° lugar na nossa lista, mas podia ter sido melhor.


[heading style="1"]5° Justified[/heading]


130122_SOBRE-SHAMELESS-E-JUSTIFIED_2


Hoje em dia Justified tem umas das melhores críticas de séries da TV feiras pela mídia especializada, até a atuação de Timothy Olyphant, que nunca é bom em outros papeis, é elogiada como o xerife Raylan Givens.


Na trama Givens precisa voltar para sua cidade natal depois do resultado comprometedor de um tiroteio em que participou, o resultado o levou a desgraça na cidade grande, mesmo com suas ações tendo sido “justificadas”.


Sua cidade natal, Harlan, apesar de estar nos tempos modernos é praticamente um cenário de Western. Justified em si é uma espécie de “faroeste moderno” com os melhores clichês do gênero.


A série se encaminha para sua quinta temporada depois de uma 4° que dividiu a crítica em acha-la lenta, mas por outro lado, extremamente bem executada. Vamos esperar mais ainda do próximo ano então.


[heading style="1"]4° The Newsroom[/heading]


The-Newsroom


A série escrita por Aaron Sorkin só tem uma temporada até agora, mas é uma grande temporada, a série foi assistida regularmente aqui na redação do Eden Pop e com certeza é uma das minhas favoritas de todos os tempos, talvez pelo tema, talvez pelo texto sagaz de Sorkin, mas o fato é que The Newsroom querendo ou não já é enorme para a TV.


Por incrível que pareça é a série da HBO que ficou com o posto mais alto da lista, mas não é por menos, além do roteiro incrível de Sorkin a série é bem executada e tem um elenco de primeira com nomes como Jeff Daniels, Emily Mortimer, Dev Patel, Alison Pill e Olivia Munn.


A série volta para sua segunda temporada em Julho desse ano e já da vontade de rever os episódios para se preparar para mais noticias e risadas dentro da redação do NewsNight, o programa de telejornal do canal de TV fechada fictício ACN, onde se passa a série.


[heading style="1"]3° Sherlock[/heading]


sherlock2


Agora chegamos ao TOP 3, essas três séries sempre tiveram em minha cabeça como um Top 3, o problema mesmo foi definir posições para elas. O terceiro lugar então decidimos que seria um posto ideal para Sherlock, série inglesa da BBC que é simplesmente incrível.


Escrita por Steven Moffat de forma brilhante, Sherlock sabe usar tudo em cena para construir uma trama extraordinária. O Dr. Watson sempre serviu como artificio de roteiro para Sherlock ter para quem explicar as coisas que descobriu, mas a série não se limita só a isso, colocando em tela gráficos e ajudas visuais do que precisamos saber.


Relacionado: Fotos e vídeos das gravações da terceira temporada de Sherlock.


Além é claro de saber usar o humor, o alivio cômico por assim dizer, sem errar uma só vez, Sherlock é engraçada como a vida é, em doses homeopáticas e naturais.


O nível de complexidade da trama é incrível, mas tudo acontece sem um furo de roteiro sequer. Benedict Cumberbatch prova para qualquer um porque essa recente onda de pessoas querendo contrata-lo para tudo é compreensível. O cara é o vilão do novo Star Trek, é a voz do dragão Smaug em O Hobbit e vai viver Julian Assange em O Quinto Poder, filme que desde já é controverso.


O Hobbit por acaso é protagonizado por ninguém menos Martin Freeman, ou o Dr. John Watson da série.


Com uma estrutura esquisita para uma série de TV, Sherlock só está em 3° lugar por ter um simples defeito que as duas primeiras não tem, o tamanho de cada temporada. São 3 episódios cada, episódios longos, mas ainda assim são apenas 3 por ano.


O terceiro ano de Sherlock já está sendo filmado e estreia no fim de 2013.


[heading style="1"]2° House of Cards[/heading]


house-cards


Mais uma série de 1 temporada apenas, assim com The Newsroom, mas com uma diferença absurda, House of Cards é uma série exclusiva da Netflix (assim como Hemlock Grove que estreia agora), ou melhor, House of Cards é uma OBRA PRIMA exclusiva da Netflix.


Relacionado: Leia nossa crítica da primeira temporada de House of Cards!


Na trama, cujos primeiros episódios foram dirigidos por David Fincher (meu diretor preferido) acompanhamos a vida de Francis Underwood, um deputado que perde um cargo importante no governo e que almejava há muito tempo e então, se sentindo traidor pelo presidente, decide usar todo os seus recursos para conseguir algo ainda melhor. No caminho ele manipula a mídia e a politica ao seu favor passando por decisões altamente questionáveis.


Com um episódio ridiculamente fraco no meio da temporada que quase prejudica ela toda, a primeira temporada de 13 episódios e um Cliffhanger no fim de cada um. A série ainda tem personagens memoráveis, faz alguns meses que terminou e Francis Underwood, Claire Underwood, Zoe Barnes, Peter Russo e outros nomes ainda não saíram ainda da minha memória.


Especialmente Zoe Barnes, que depois de Francis é a personagem mais interessante da trama. Os dois trazem para mesa algo que eu particularmente amo, os meandros da politica e do jornalismo.


Um charme e diferencial da série é a forma como Kevin Spacey, vivendo Francis fala diretamente conosco, o publico. Diversas vezes por episódio a ação para, para que Francis vire em direção à câmera e explique o que vai fazer diretamente para nós, ou nos faz uma pergunta retorica e coisas do tipo. Já que Francis não tem seu Watson para quem explicar seus movimentos complexos, essa é uma boa saída que ainda gera situações divertidas e criativas.


A segunda temporada de House of Cards já está em produção e deve estrear no inicio do ano que vem.


[heading style="1"]1° Homeland[/heading]


homaland


Foi muito difícil decidir entre Sherlock, Homeland e House of Cards, o fator decisivo para Sherlock como eu falei era a estrutura de temporada, 3 episódios por ano é um problema para uma série que nos faz querer 30 por ano. Já House of Cards tem como ponto contra o fato de só ter UMA temporada, enquanto nosso primeiro lugar é tão bom quanto e tem DUAS.


Homeland é a série que hoje em dia ganha mais prêmios e que tem as melhores críticas da mídia especializada. Não é por menos também, a série consegue manter a tensão no alto a cada episódio e cada episódio parece que foi o penúltimo da série, visto que o mundo dos protagonistas sempre está para acabar a cada fim de episódio.


Relacionado: Especulação – O que vai acontecer na terceira temporada de Homeland.


Os protagonistas no caso são Carrie Mathison e Nicholas Brody, ela é uma agente da CIA com transtornos mentais que foi afastada por isso, mas precisou voltar na segunda temporada para completar uma missão. Ele, Brody, é um Marine que ficou preso por anos no Afeganistão e então foi encontrado por soldados americanos e foi trazido de volta para os EUA como um herói de guerra. Porém tudo indica que ele foi convertido ao lado dos terroristas e que planeja um ataque em solo americano, mas a única que acredita nessa hipótese é Carrie, que vive uma relação de amor e desconfiança com Brody.


Os atores, Claire Danes e Damian Lewis estão vivendo o melhor momento de suas carreiras aqui, Claire é incrível ainda que muita piada seja feita em cima de sua “cara de choro” constante, mas quem arrebenta mesmo é Lewis, que vive em um estado imutável de pressão e duvida sem saber de que lado está e qual é o lado certo.


A série é como se fosse um 24 Horas só que mais sério e relevante, que teve inclusive a “audácia” de discutir a natureza do terrorismo e comparar terrorismo com o que os americanos fazem, no seu episódio mais criticado pelos americanos até agora, mas um dos meus preferidos por sinal.


Talvez a maior força de Homeland seja os roteiristas Alex Gansa e Howard Gordon que conseguem criar um história tão tensa e frágil que não poderia durar mais de 3 ou 4 episódios e então reinventam a trama de duas a três vezes por temporada. A terceira temporada, por exemplo, será completamente diferente das duas primeiras.


Aguardando com ansiedade...


[divider top="0"]


E vocês o que acham? Faltou alguma série na lista? Vocês tirariam uma ou mais dessas séries? Faça sua própria lista nos comentários e vamos discutir mais sobre quais são as melhores séries da atualidade.

Patreon de O Vértice