J.J. Abrams o Senhor das Estrelas e 5 motivos do porque isso pode não ser bom

[Atualizado 26/01/13 - 14:15 - Jefferson Navarim]


Parece que agora é oficial, veja AQUI as delcarações de Abrams, George Lucas, Disney e de Katheleen Kennedy sobre a contratação de J.J. e sobre o proximo filme de Star Wars.


[Fim da Atualização]


Desde ontem saiu o rumor de que J.J. Abrams foi o escolhido para o cargo de diretor de Star Wars: Episodio 7 e apesar de o rumor ser fortíssimo, ainda não está 100% confirmado, contudo vamos admitir que é isso mesmo e que Abrams é o novo diretor da franquia Star Wars.


Eu sei que por aí tem milhares de pessoas comemorando o fato, mas eu enxergo essa noticia com maus olhos, eu vivo falando que hoje as pessoas reclamam de tudo, mesmo de boas noticias, mas saibam que essa reclamação é genuína e não é reclamar por reclamar, a arte preferida de alguns internautas por aí.


Vale mencionar antes que eu não sou FÃ de Star Wars, ao menos não como muitos fãs que conheço, não vejo maiores problemas nas prequels da série do que os problemas que realmente existem nelas e também não endeuso a trilogia original, que não acredito ser perfeita.


Dito isso, segue as razões por eu não gostar de J.J. Abrams como diretor de Star Wars.


[heading style="1"]Lens Flare é só o começo[/heading]
Muita gente na internet faz piada com os Lens Flare de Abrams, coisa que ele usa em todos os filmes, mas isso é apenas um dos “detalhes” de seu estilo marcante. O diretor é conhecido não por se dobrar ao tema em questão, mas por dobra-lo para seu estilo.


Exemplo, Star Trek, por melhor que tenha ficado, ainda é baseado em convenções “Spilbergcas” enquanto forma de se fazer um filme, além da quantidade enorme de Lens Flare, Abrams fez um vilão plano e raso, uma história simplista e nada profunda. O resultado final foi bom, poderia ter sido muito melhor, mas também ter sido muito pior. Pra mim Star Trek é seu melhor filme, mas nem de longe é perfeito.


Super 8, filme do qual eu não gostei nem um pouco, mas virou uma espécie de Cult em pequenos círculos da internet é uma tentativa de emular as histórias lights e aventurescas de tempos diferentes, anos 80, e por mais que consiga ter feito uma das melhores cenas da história recente dos cinemas nesse filme, o acidente do trem, o restante do filme é uma bobagem.


Missão Impossível 3, é possivelmente o melhor da série, mas isso não quer dizer que é perfeito também (já que a série em si é mediana), cheio de clichês, o filme se sustenta apenas com o vilão, muito bem interpretado por Philip Seymour Hoffman.  Mas tem escolhas tão obvias que tornam a narrativa extremamente simples.


Se você gostou das batalhas, de sabre de luz, maravilhosas da nova Trilogia, dos Games, da série The Clone Wars e essas coisas, espere algo mais no estilo dos anos 80, com menos pirotecnia e coisas mais simples com vilões mais caricatos e cheio de clichês “emocionais” no Episodio 7.


Sem contar que os dois sóis de Tatoonie significam duas vezes mais de Lens Flares.


[heading style="1"]Escolhido de Spielberg, melhor amigo de George Lucas[/heading]


Parte da noticia original de que Abrams ia ser o diretor de Star Wars dizia que ele foi escolhido depois do Lobby feito por Steven Spielberg, que era o favorito a dirigir desde o inicio, mas pra minha felicidade rejeitou o cargo.


Acontece que além de eu não gostar nem um pouco da forma burocrática como Spielberg vem dirigindo nos últimos anos (com exceção de Tintim que é um excelente filme), Abrams é o afilhado dele, digamos assim, o diretor de Super 8 abusa da vontade de estilizar algo semelhante ao estilo do seu padrinho e isso hoje em dia é mal sinal, diferente do que era nos anos 80 e 90.


Mas principalmente o maior de todos os problemas é que se Abrams assumir, teremos realmente uma visão muito semelhante à de George Lucas. George Lucas é o melhor amigo de Spielberg e ele mesmo insistiu varias vezes para que o amigo assumisse a franquia, contudo Spielberg não quis, mas passar o cargo para seu discípulo é basicamente dar o cargo e alguém que estará sob à influencia mais do que direta de Lucas e apesar de Lucas ser o criador, está mais do que provado que Star Wars é maior que ele e que funciona melhor quando outra pessoa tem o controle sobre a história.


E sem contar que eu acho que já está na hora da saga seguir por um caminho diferente do que está seguindo agora e não voltar para o mesmo.


[heading style="1"]Abrams não funciona bem em séries longas[/heading]



Alias, Lost e Fringe, são 3 séries que ele ajudou a criar e por mais que Alias tenha sido ótima e Lost um fenômeno, todas as duas desandaram com o passar do tempo, mesmo Fringe que foi um pouco mais estável perdeu muitos fãs ao decorrer do caminho.


Ainda que o diretor não seja 100% culpado do que aconteceu com essas 3 séries, o dedo dele está no meio, não queremos correr o risco de ver um ótimo Episodio 7, um bom Episodio 8 e descobrir no Episodio 9 que na verdade todo mundo está morto desde a Batalha de Yavin, ou que tudo não passou de um pesadelo do jovem Anakin em Tatooine, depois de encontrar Qui-Gon e Obi Wan.


[heading style="1"]Star Trek[/heading]


Ahhh a internet... Como mencionei no post, sobre Abrams dirigir ou não a série, a Paramount deve estar absolutamente desesperada com a possibilidade. Imagine o problema que isso vai causar em termos de comparações entre Star Trek e Star Wars? Sem contar o apagão que Star Trek vai ter perante a mídia quando surgir uma oportunidade de entrevistar o diretor que vai continuar a saga que mudou os cinemas.


Dirigindo as duas maiores sagas de ficção cientifica de todos os tempos (embora eu prefira Mass Effect) J.J. Abrams vai ser realmente O Senhor das Estrelas como eu mencionei no título, ou melhor ele vai virar O Senhor dos Nerds, talvez ultrapassando Joss Whedon, que não por acaso seria muito mais indicado ao cargo.


Isso vai gerar inúmeras comparações, pessoas vão tentar achar easter-eggs, Flame Wars dominarão toda a rede e no fim ninguém sairá vencedor disso. Exceto a Disney é claro.


Polarização de publico aparte, só sei que o vilão do Episodio 7 pode ser Khan!


[heading style="1"]Existiam escolhas melhores[/heading]


Dentre os vários nomes cotados para dirigir o filme estavam Jon Favreau, Brad Bird e Matthew Vaughn, não posso dizer que acho todos eles “melhores” que Abrams, contudo acho melhores para esse cargo especifico.


-Jon Favreau, queridinho da Disney atualmente, fã de longa data de Star Wars e adepto da cultura Pop de qualidade que vigora hoje em dia, dirigiu Homem de Ferro com seriedade, mas sem pretensão e com isso pavimentou e ditou estilo de tudo que veio da Marvel para os cinemas desde então, incluindo o mega-sucesso Os Vingadores.


Ainda é a voz de Pre Vizsla, um dos melhores personagens de Star Wars: The Clone Wars.


-Brad Bird, o cara que possivelmente tem um dos melhores percentuais no Rotten Tomatoes de todos os tempos, olhando para ele é difícil achar que ele já errou uma vez, mesmo dirigindo Missão Impossível 4, que eu não achei tão bom assim.


O cara fez Os Incríveis, Gigante de Ferro e até Guillermo Del Toro disse que ele era o melhor para o cargo.


-Matthew Vaughn, simplesmente a noticia de que Chloe Moretz seria a protagonista do filme se ele fosse o diretor já é mais que qualquer outro argumento que eu tenha, mas a capacidade de Vaughn a se adaptar a um estilo de narrativa e dar o melhor de si para transformar esse estilo no melhor filme possível é o mais impressionante.


Já vimos isso em X-Men: Primeira Classe que basicamente mudou o paradigma de todas as produções baseadas em quadrinhos da Fox, isso é mais do que o suficiente para fazer de Vaughn o melhor candidato ao cargo.


[divider top="0"]


Agora que acabaram os pontos negativos, não vou dizer que J.J. Abrams é de todo mal, se pararmos para pensar existiam escolhas piores do que ele e apesar de tudo o que eu falei indicar um caminho problemático, não passa de uma especulação minha que ele vai mesmo seguir esses passos (exceto aquele sobre Star Trek, isso vai mesmo acontecer).


Agora imaginem se Star Wars fosse dirigido por Guillermo Del toro, por M.Night Shyamalan, por Steven Spielberg, por James Cameron ou até por Tarantino, todos nomes que surgiram como rumores por aí, todos diretores estilosos demais ou sem estilo algum, coisas que não combinam em nada com a saga.


De qualquer forma, só torço para que na verdade isso seja um rumor e que Matthew Vaughn seja mesmo o escolhido, caso contrario minha ansiedade por Star Wars abaixou bastante, ainda que deseje boa sorte para J.J. Abrams no cargo.


Leia mais sobre Star Wars: Episodio 7!

Patreon de O Vértice